Publicidade

Notícias de saúde

BRASIL: Mal de Chagas Atinge Seis Pessoas da Mesma Família em Belém

São Paulo, 16 de março de 2001 (eHealthLA). Pesquisadores do Instituto Evandro Chagas (IEC), de Belém, estão tentando descobrir a causa da contaminação pelo mal de Chagas de seis pessoas de uma mesma família de classe média alta da capital paraense.

A doença, cuja presença é rara na cidade, foi diagnosticada em novembro passado, mas a sua origem ainda é um mistério para os cientistas do IEC.

Há duas hipóteses: por ingestão do vinho de açaí, fruta típica da Amazônia e largamente consumida no almoço pelas famílias da região, ou pelo consumo de alimentos crus.

Segundo dados da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), o mal de Chagas afeta três milhões de pessoas só no Brasil e mata pelo menos cinco mil a cada ano.

Transmissão

A doença de Chagas é transmitida por percevejos da família dos triatomíneos (Triatoma infestans, Panstrongylus megistus e outras espécies), conhecidos como barbeiro, chupança ou bicho-de-parede, principalmente no Nordeste do País.

O mosquito barbeiro pica o homem e, em seguida, deposita suas fezes sobre o local. Por meio delas passa o parasito Tripanosoma cruzi.

"Os sintomas da infecção só aparecem muitos anos depois", alerta o cardiologista Ângelo Amato Vincenzo de Paola, da Universidade Federal de São Paulo. O tripanossoma faz o coração bater depressa ou devagar demais, inflama seu músculo, deixando-o enorme, tão enorme que ele acaba sem forças para bater.

Quando o diagnóstico é precoce, é possível acabar com a infecção por meio de medicamentos. Se o coração já foi atingido, só resta o transplante.

A medicação receitada pelo parasitologista Aldo Valente, do IEC, para a família paraense foi suspensa em fevereiro. Os doentes agora fazem o controle para evitar que surjam deformações pelo corpo ou seqüelas internas, como problemas no fígado e coração.

Copyright © 2001 eHealth Latin America

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: