Publicidade

Notícias de saúde

Leite Materno Ajuda a Prevenir Pressão Alta no Futuro

Por Suzanne Rostler

NOVA YORK (Reuters Health)
- Resultados de um novo estudo podem dar às mulheres mais um motivo para amamentar: elas podem estar ajudando seus bebês a prevenir doenças cardíacas e derrame mais tarde.

Em um estudo com 216 crianças prematuras, o consumo de leite materno nos primeiros meses de vida estava associado a uma pressão sanguínea mais baixa entre 13 e 16 anos. A pressão sanguínea média era cerca de 4 mm/Hg menor em 66 adolescente que foram amamentados ao nascimento em comparação àqueles leite em pó, de acordo com o estudo.

Os pesquisadores estimam que a leitura mais baixa pode ter "implicações substanciais na saúde pública".

A redução da pressão sanguínea média na população adulta em somente dois pontos pode ter um grande impacto no risco de doenças cardíacas e derrame, de acordo com Atul Singhal e sua equipe, do Instituto de Saúde Infantil, em Londres, Reino Unido.

Não houve diferença nas leituras de pressão sanguínea média entre o grupo que recebeu um leite em pó desenvolvido especificamente para recém-nascidos prematuros e o grupo que recebeu o leite em pó padrão, afirmaram os cientistas na edição de 10 de fevereiro da revista The Lancet.

Em um editorial acompanhando o estudo, Susan B. Roberts, professora de nutrição da Universidade Tufts, em Boston, Massachusetts, destacou que não se sabe se as descobertas vão se traduzir em um risco menor de doenças cardíacas.

A pressão sanguínea é um fator de risco importante para doenças cardíacas, mas outros fatores como o peso corporal e os níveis de colesterol também podem ter papéis significativos.

"Informações são necessárias sobre o efeito a longo prazo do leite em pó sob outros fatores de risco conhecidos, como os lipídeos no sangue e gordura corporal", disse Roberts.

Em entrevista à Reuters Health, Roberts acrescentou que os estudos vão precisar ser feitos em bebês nascidos de gestações completas. "Existem grandes questões que ainda não foram resolvidas", afirmou Roberts.

Sinopse preparada por Reuters Health

Copyright © 2001 Reuters Limited. All rights reserved. Republication or redistribution of Reuters Limited content, including by framing or similar means, is expressly prohibited without the prior written consent of Reuters Limited.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: