Publicidade

Notícias de saúde

Congolesa Internada no Canadá não Apresenta Febre Hemorrágica

TORONTO (Reuters) - Laboratórios de doenças tropicais em Winnipeg e Atlanta excluíram o risco de que uma congolesa internada num hospital canadense esteja sofrendo de doenças relacionadas ao vírus mortal Ebola, também informaram aos médicos que podem aliviar as determinações de quarentena.

Uma nota divulgada na sexta-feira diz que os laboratórios clínicos excluíram as febres hemorrágicas, que se espalham através de secreções humanas como sangue, sêmen, saliva e muco. As vítimas morrem de choque depois de poucos dias de febre, vômitos e hemorragias intensas.

O Ebola, que é quase sempre fatal, é a mais conhecida dessas doenças. Mais de 170 pessoas morreram em um surto recente em Uganda.

Autoridades de Saúde confirmaram na terça-feira que uma mulher, que voou para Toronto via Nova York vinda da República Democrática do Congo no sábado, não era portadora do Ebola.

Os médicos tomaram medidas extraordinárias para manter a mulher, extremamente doente, isolada até que os laboratórios tivessem determinado se seus sintomas eram contagiosos.

Sinopse preparada por Reuters Health

Copyright © 2001 Reuters Limited. All rights reserved. Republication or redistribution of Reuters Limited content, including by framing or similar means, is expressly prohibited without the prior written consent of Reuters Limited. Reuters Limited shall not be liable for any errors or delays in the content, or for any actions taken in reliance thereon.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: