Publicidade

Notícias de saúde

Médico Envolvido em Escândalo de Órgãos Alega Inocência

06 de Fevereiro de 2001 (Bibliomed). O médico holandês no centro de um escândalo de Saúde na Grã-Bretanha negou no domingo que tenha removido órgãos de corpos de crianças mortas sem o consentimento de seus pais.

Um relatório do governo britânico disse que patologistas do hospital Alder Hey, em Liverpool, haviam sistematicamente retirado órgãos e outras partes do corpo de 2.000 crianças sem o consentimento dos pais delas.

O patologista Dick van Velzen, que foi expulso da Grã-Bretanha na sexta-feira por seu papel no escândalo, disse à TV BBC que o hospital falhou em avisar os pais sobre o que ele estava fazendo.

Revelações sobre a retirada dos órgãos de crianças mortas chocou os britânicos e levou a uma grande queda no número de órgãos doados para transplante.

O secretário de Saúde britânico, Alan Milburn, pediu uma reunião de emergência com profissionais da área médica para tentar restaurar a confiança pública.

O cirurgião cardíaco Sir Magdi Yacoub disse que não houve transplantes de coração no Royal Brompton Hospital, em Londres, um centro de transplantes por excelência, desde que o relatório foi divulgado na semana passada.

Copyright © 2001 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: