Publicidade

Notícias de saúde

Relatório Sobre Órgãos é Chocante, Segundo Ministro Britânico

31 de Janeiro de 2001 (Bibliomed). O serviço de saúde britânico está sendo atacado pela fúria da opinião pública depois da divulgação na terça-feira de um relatório que revela um novo escândalo de órgãos, desta vez em um hospital de Liverpool.

Foi iniciada uma investigação depois que o hospital Alder Hey admitiu em 1999 que, entre 1988 e 1995, seu pessoal removeu e estocou órgãos de mais de 800 crianças sem o consentimento nem o conhecimento dos pais.

O jornal The Guardian disse que o conteúdo do relatório que faz a revelação tem imagens tão impressionantes que os ministros decidiram divulgá-lo apenas sob privilégio parlamentar, não em uma entrevista à imprensa.

O secretário (ministro) de Saúde, Alan Milburn, descreveu o relatório como a coisa mais chocante que já havia lido. Ele deve anunciar na terça-feira novas medidas para garantir que os médicos recebam autorizações antes de remover órgãos de pacientes.

Milburn também disse que "uma reforma fundamental" no Serviço Nacional de Saúde é necessária.

"A cultura do serviço de saúde precisa mudar e os dias de corporativismo devem terminar", disse Milburn a um grupo de pacientes em Londres na segunda-feira. "Já é tempo de pegar o sistema de 1940 e atualizá-lo para o século 21."

Milburn, porém, disse que não se pode realizar uma caça às bruxas depois das revelações de Alder Hey.

Na semana passada, o hospital Alder Hey e o Hospital Infantil de Birmingham admitiram que tiraram tecidos da glândula timo de pacientes vivos durante cirurgias e os venderam para companhias de pesquisa.

No ano passado, o hospital de Liverpool também estava estocando fetos de natimortos e abortos sem o conhecimento dos pais.

Copyright © 2001 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: