Publicidade

Notícias de saúde

Área do Cérebro é Responsável Pelo Desejo Por Cocaína

30 de Janeiro de 2001 (Bibliomed). Uma área específica do cérebro parece entrar em ação quando os dependentes de cocaína têm necessidade da droga. Especialistas acreditam que a existência de uma fonte física para a necessidade da droga pode levar a novas terapias para a dependência.

Em um estudo com 11 adultos dependentes de cocaína e 21 pessoas saudáveis, os pesquisadores verificaram que os dependentes apresentaram alta atividade em uma área específica do cérebro quando assistiram um vídeo feito para despertar necessidade da droga. Esta atividade não apareceu no cérebro de não dependentes.

Os pesquisadores também descobriram que o cérebro de dependentes respondem de maneira diferente a cenas emocionais. Quando os participantes do estudo assistiram vídeos com cenas tristes ou felizes, os dois grupos apresentaram padrões de atividades cerebrais diferentes. Os padrões foram similares em uma questão potencialmente importante: a atividade cerebral dos dependentes de cocaína durante o desejo se pareceu muito com a atividade cerebral dos participantes saudáveis quando estavam tristes.

Isto sugere que a necessidade de cocaína e os sentimentos "normais" de tristeza podem estar associados no cérebro, conforme a equipe de Bruce E. Wexler da Escola de Medicina da Universidade de Yale, em New Haven (Connecticut). O trabalho dos pesquisadores foi publicado na edição de janeiro do American Journal of Psychiatry.

Por meio de técnicas que registram a atividade cerebral enquanto os participantes do estudo assistem aos filmes, a equipe de Wexler associou a necessidade da droga a uma área do cérebro chamada de giro cingulado anterior. Wexler disse à Reuters Health que pode ser possível usar a imagem desta área do cérebro para registrar objetivamente o progresso na recuperação de um dependente.

Além disso, os pesquisadores podem identificar quais neurotransmissores ativam a área no cérebro associada ao desejo e desenvolver drogas que bloqueiem estes transmissores, disse o pesquisador.

O fato das respostas "tristes" dos participantes saudáveis compartilharem a mesma área de atividade do cérebro com as respostas de desejo dos viciados também sugere que a necessidade da droga está associada à emoção, conforme Wexler.

"O desejo é uma variante de uma outra emoção?", perguntou o especialista, observando que se os pesquisadores entendessem melhor exatamente o que é o desejo, poderiam oferecer formas melhores de abordar a dependência.

Copyright © 2001 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: