Publicidade

Notícias de saúde

Vacina Italiana Contra Aids já Pode Ser Testada em Humanos

22 de Janeiro de 2001 (Bibliomed). Estudos pioneiros de cientistas italianos sobre uma possível vacina contra a Aids estão chegando a um estágio crucial: o tratamento já está pronto para os testes em humanos, disse a chefe do projeto na sexta-feira.

"A fase um (de testes em humanos) já está em estágio avançado. Esperamos começar depois do verão (agosto)", disse, em entrevista à Reuters, a médica Barbara Ensoli, chefe do departamento de virologia do Instituto Nacional de Saúde da Itália.

Ensoli, que trabalhou com Robert Gallo, um dos pais da pesquisa da Aids, disse que os testes iniciais seriam feitos nas duas maiores cidades da Itália, Roma e Milão. As duas metrópoles tem altos índices da doença.

Pesquisadores do projeto, que já tem cinco anos, adotaram uma nova abordagem para atacar o HIV, vírus que causa a Aids. Eles têm se empenhado em evitar crescimento do vírus no corpo, em vez de fortalecer o sistema imunológico contra o vírus, como as vacinas mais tradicionais fazem.

Ensoli, 41, está tentando bloquear o HIV com a redução da proteína TAT, que, segundo suas descobertas, é vital para o vírus se enraizar e se alastrar pelas células logo depois da infecção.

"Ao atacar a proteína TAT, poderemos controlar a replicação do vírus, tornando a infecção abortiva, a fim de bloquear a doença em indivíduos HIV-negativos", disse ela.

"Para indivíduos HIV-positivos, a vacina vai agir com o mesmo princípio, bloqueando a replicação do vírus e, esperamos, evitando o uso de medicamentos", disse.

Em testes preliminares em macacos, houve uma taxa de sucesso de 71 por cento. Se todas as próximas fases forem bem-sucedidas, a vacina estará pronta para uso em cinco a sete anos.

Copyright © 2001 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: