Publicidade

Notícias de saúde

Usuários da droga êxtase podem ter dano no cérebro.

Nova Iorque, (Reuters Health) - Até mesmo uso ocasional da droga êxtase pode causar dano irreversível nas funções cerebrais, segundo relatório de pesquisadores alemães.

Em descobertas que os investigadores chamaram de "alarmante", 28 usuários de êxtase foram significativamente mais mal sucedidos do que os que não usam droga alguma e fumantes de maconha em testes de memória, aprendizagem, e inteligência geral. O grupo de usuários de êxtase tinham usado a droga uma média de 3,5 vezes por mês por aproximadamente dois anos. O Dr. Euphrosyne Gouzoulis-Mayfrank da University of Technology em Aachen, Alemanha, conduziu o estudo.

Pesquisadores em um trabalho atual publicado no Journal of Neurology, Neurosurgery and Psichiatry, notificaram que um estudo feito em primatas comprovou que o êxtase pode causar dano a longo prazo em células cerebrais, mas no cérebro humano os resultados permanecem obscuros.

O êxtase atinge seu auge impedindo a reabsorção da serotonina química pelo cérebro, prolongando seus efeitos no corpo. Um estudo de usuários de êxtase tem mostrado que eles têm menos transportadores de serotonina no cérebro, se este dano é reversível é ainda desconhecido.

Também é desconhecido o efeito que tal dano cerebral poderia estar causando às habilidades intelectuais. Os pesquisadores alemães distribuíram uma tarefa de teste mental a três grupos de jovens adultos saudáveis: um grupo de usuários de êxtase que também fumaram maconha; um grupo de usuários de maconha exclusivos; e um grupo sem história de uso de droga regular.

Os pesquisadores constataram que embora os usuários de êxtase fossem tão bem sucedidos quanto os outros em testes de agilidade, eles tiveram mais dificuldade de recordar palavras recentemente instruídas e figuras, e executaram com maior deficiência outros três testes de inteligência geral. A partir de resultados naqueles que usavam apenas maconha, os pesquisadores perceberam que o uso de maconha apenas não pode explicar as descobertas.

Acredita-se que a serotonina ajude a regular humor, dor, aprendizado e memória, a equipe alemã especula que os efeitos do êxtase, no sistema serotonina, podem explicar os resultados dos testes que foram mais precários nos usuários.

FONTE: Journal of Neurology, Neurosurgery and Psichiatry 2000;68:719-725.

Sinopse preparada por Reuters Health

Copyright © 2000 Reuters Limited. All rights reserved. Republication or redistribution of Reuters Limited content, including by framing or similar means, is expressly prohibited without the prior written consent of Reuters Limited. Reuters Limited shall not be liable for any errors or delays in the content, or for any actions taken in reliance thereon.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: