Publicidade

Notícias de saúde

Brasil: É Descoberto Gene Relacionado à Diabete do Tipo 1

São Paulo, 11 de Dezembro de 2000(eHLA). Pesquisadores identificaram um gene relacionado à diabete do tipo 1, um distúrbio auto-imune que normalmente é diagnosticado em crianças. O cientista Talal A. Chatila, da Escola de Medicina da Universidade de Washington, principal autor do estudo, disse que um defeito no gene identificado é somente uma das diferentes formas através das quais a diabete do tipo 1 pode ocorrer."Apesar disso, a pesquisa vai permitir que se construa um modelo de como defeitos em um gene, sozinhos ou em combinação com alguns outros genes, podem levar ao desenvolvimento da doença", afirmou. Segundo ele, as descobertas do estudo, fornecem uma importante ferramenta para dissecar a genética da diabete do tipo 1 e decifrar como a doença atinge a população geral.

Segundo o médico Fadlo Fraiger Filho, diretor da Anad ( Associação Nacional de Assistência ao Diabético), a diabete é uma doença em que há o excesso de glicose no sangue. “E ela é a nossa fonte de energia. Mas, apesar de tanto açúcar disponível, as células do corpo do diabético passam fome. Isso porque, para entrar nas células, a glicose precisa do empurrão de um hormônio chamado insulina. O diabético sofre pela falta desse hormônio”, explica Fadlo.

O diabete tipo 1, que já foi chamado de juvenil por atingir normalmente as crianças, é uma doença auto-imune em que o sistema imunológico do paciente ataca e destrói as células do pâncreas que produzem insulina, hormônio que regula a quantidade de açúcar (glicose) no sangue. Sem insulina, os níveis de açúcar no sangue podem ficar perigosamente altos e, a longo prazo, são capazes de aumentar o risco de lesão nervosa, doença renal, enfarte e cegueira. “No diabete tipo 1, o sistema de defesa do corpo destrói as células do pâncreas que fabricam a insulina. Na maioria das vezes, o distúrbio vai atacando devagar”, diz Fadlo. Sede e fome exageradas, vontade de fazer xixi a todo instante, fraqueza, desânimo e dificuldade para prestar atenção são os sintomas do diabético. A pele vive irritada e pega infecções à toa e, de certo modo, o organismo é desnutrido.

O diabete é uma doença crônica. O desafio do diabético é manter os níveis de açúcar no sangue estáveis. O diabético se aplica injeções de insulina de longa duração, uma ou duas vezes por dia, e outras de ação rápida, quando as taxas de glicose sobem demais, como depois das refeições.

Copyright © 2000 eHealth Latin America

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: