Publicidade

Notícias de saúde

Tecnologia Ajuda a Proteger Garganta de Cantores de Ópera

Por M. Mary Pennel

CHICAGO (Reuters Health) - Usando aparelhos médicos de alta tecnologia de imagem que podem observar detalhes das cordas vocais humanas sem qualquer procedimento invasivo, médicos podem ajudar professores de música a selecionar a variação adequada para os cantores de ópera.

Pesquisadores apresentaram o trabalho durante o encontro anual da Radiological Society of North America.

Marco Di Girolamo, um declarado amante de ópera, disse que seus estudos mostraram que o comprimento da corda vocal varia entre sopranos, mezzo-sopranos, tenores, baixos e outros cantores.

Quando um cantor usa a voz fora de seu registro normal pode criar uma sequência de mudanças anatômicas capazes de levar ao desenvolvimento de nódulos ou calosidades nas cordas vocais e encerrar a carreira prematuramente, explicou o pesquisador.

"Em praticamente um em cada dez casos, no começo da carreira de um cantor o professor de voz tem dificuldade de classificar a tessitura ou o registro vocal do cantor", disse Di Girolamo.

Se o artista cantar por um longo período no registro errado, podem se formar nódulos. Descansar a voz ajuda a aliviar a lesão, mas algumas vezes a cirurgia é necessária para remover o nódulo.

Usando aparelhos de imagem de ressonância magnética, capazes de visualizar órgãos internos sem qualquer tipo de cirurgia ou mesmo injeções de corante, Di Girolamo conseguiu as imagens das cordas vocais de 26 cantores de ópera -- todos membros do Coro da Ópera do Teatro de Roma.

O pesquisador informou que havia diferenças significativas no tamanho médio das cordas vocais e no trato vocal da maioria dos cantores.

"É maravilhoso que possamos usar estas máquinas para tantos funções diferentes", disse Hedvig Hricak, chefe do departamento de radiologia do Memorial Sloan-Kettering Cancer Center, em Nova York.

Para Hricak, o estudo de Di Girolamo coincide com outras evidências de que cantar e falar em registros errados pode causar problemas.

"Já se sabe que mulheres com funções públicas que tentam usar em discursos um registro mais baixo para parecer mais profissionais podem apresentar rouquidão e nódulos nas cordas vocais", afirmou Hricak.

Sinopse preparada por Reuters Health

Copyright © 2000 Reuters Limited. All rights reserved. Republication or redistribution of Reuters Limited content, including by framing or similar means, is expressly prohibited without the prior written consent of Reuters Limited.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: