Publicidade

Notícias de saúde

Ministro da Saúde do Irã Diz que Aids é "Bomba-Relógio"

TEERÃ (Reuters) - O ministro da Saúde do Irã afirmou no domingo que o vírus da Aids é uma "bomba-relógio" esperando para explodir na sociedade iraniana, segundo a agência de notícias oficial Irna.

"Somente sob a proteção de todos os setores e entidades, especialmente a organização de difusão (do governo), o Judiciário e as gerações mais jovens, podemos prevenir a explosão dessa bomba", disse Mohammad Farhadi, durante reunião sobre o Dia Mundial de Aids.

De acordo com a Irna, o Irã comemorou o dia anual, que acontece mundialmente em 1o. de dezembro, no domingo para que não coincidisse com o mês sagrado islâmico de Ramadã, que começa no início da próxima semana.

Farhadi não forneceu números da Aids no Irã, mas uma autoridade de saúde do país afirmou que a incidência de infecção com HIV é de 2.207 casos, a maioria contraídos através de agulhas compartilhadas.

Trabalhadores de saúde independentes estimam que o número de casos de Aids seja de cerca de 10.000, em uma população de mais de 60 milhões.

Sinopse preparada por Reuters Health

Copyright © 2000 Reuters Limited. All rights reserved. Republication or redistribution of Reuters Limited content, including by framing or similar means, is expressly prohibited without the prior written consent of Reuters Limited.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: