Publicidade

Notícias de saúde

Risco de Parkinson é Maior entre Homens

NOVA YORK (Reuters Health) - Os homens podem apresentar o dobro de risco de desenvolver doença de Parkinson em relação às mulheres, sugerem resultados de um estudo italiano.

Acompanhando mais de 4.300 idosos por três anos, pesquisadores descobriram que mais do dobro de homens, em comparação a mulheres, desenvolveram Parkinson -- 29 homens, comparados a 13 mulheres. As taxas de incidência foram substancialmente maiores entre homens ao longo dos grupos de idade, de 65 a 84 anos.

Algumas pesquisas sugerem que homens podem estar mais suscetíveis à doença de Parkinson, mas os cientistas destacaram que este é o primeiro estudo a demonstrar diretamente um risco maior da doença entre homens.

O estudo indica que não se sabe ainda as razões de homens estarem sob maior risco, mas que o hormônio feminino estrogênio pode proteger, de alguma forma, contra a doença.

As descobertas do estudo de Marzia Baldereschi, do Conselho de Pesquisa Nacional Italiano, em Firenze, Itália, e sua equipe, estão publicados na edição de 14 de novembro de Neurology.

Doença do sistema motor, o Parkinson se caracteriza pela degeneração de células cerebrais que produzem dopamina, uma substância química importante no controle muscular e no movimento.

O Parkinson causa tremores, rigidez muscular e problemas de coordenação que pioram ao longo do tempo. A idade é um fator de risco, com a maioria dos casos ocorrendo entre pessoas com mais de 50 anos.

Além da idade, pouco se sabe sobre os fatores de risco que podem levar ao desenvolvimento da doença de Parkinson. Baldereschi disse à Reuters Health que existem poucos estudos que determinam os fatores que distinguem pessoas com a doença daquelas que não desenvolvem Parkinson.

As causas primárias da lesão às células cerebrais que ocorre na doença de Parkinson ainda são um mistério. Baldereschi explicou que seu estudo dá suporte à idéia de que a idade "conspira" com genes e toxinas ambientais para causar a lesão.

Algumas pesquisas anteriores sugerem que a exposição a pesticidas ou outras toxinas pode promover a doença de Parkinson.

Sinopse preparada por Reuters Health

Copyright © 2000 Reuters Limited. All rights reserved. Republication or redistribution of Reuters Limited content, including by framing or similar means, is expressly prohibited without the prior written consent of Reuters Limited.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: