Publicidade

Notícias de saúde

Violência Mata Mais que Doenças

No Brasil, a violência e atos e violentos ocupam o primeiro lugar em causa de morte entre os cinco e 19 anos de idade. A informação é da Sociedade Brasileira de Pediatria - SBP que na tentativa de reverter este quadro desenvolveu a Campanha Nacional de Prevenção de Acidentes e Violência na Infância e Adolescência que deverá ser lançada até o final deste mês.

O projeto, segundo a Sociedade de Pediatria, foi iniciado no ano de 1998, com um enfoque nos acidentes. A partir de agosto do ano passado passou também a tratar a questão da violência. Com o aumento da idade, ocorre também, o crescimento dos atos violentos e acidentes que no ano de 95 mataram mais de 18 mil pessoas entre cinco e 19 anos de idade, ocupando hoje o primeiro lugar de causa mortis nessa faixa etária. Os números ultrapassam os dados das doenças imunopreveníveis, como por exemplo, o sarampo.

Organização Mundial de Saúde

Segundo a Organização Mundial de Saúde, 22 mil crianças morrem por ano no Brasil, vitimas de agressão, queimaduras, afogamentos, acidentes doméstico e no trânsito. Este é um dos temas do 57º do Congresso Nestlé de Atualização em Pediatria. Reaizado esta semana.

A Campanha Nacional de Prevenção de Acidentes e Violência na Infância e Juventude será reforçada ainda este mês, com o objetivo de reduzir a mortalidade infantil no país. Com o slogan "Violência e Covardia - as marcas ficam na sociedade", serão distribuídos em torno de 300 mil cartazes em todo o Brasil, como também, será elaborado um guia dirigido aos pediatras com informações sobre o atendimento adequado de crianças e vitimas de violência e acidentes. Este material trará ainda, os endereços dos conselhos Tutelares e de entidades de proteção ao adolescente e criança de cada Estado.

Copyright © 2000 BoaSaúde

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: