Publicidade

Notícias de saúde

Cerca de 2,5 mil Pessoas Vão Discutir o SUS em Brasília

Profissionais de todo o país se preparam para a 11ª Conferência Nacional de Saúde que vai reunir, entre os dias 16 a 19 de dezembro em Brasília, delegados escolhidos em encontros estaduais e representantes indicados por dirigentes de instituições médicas, prestadores de serviços, trabalhadores em hospitais e clínicas, especialistas em recurso humanos e usuários da rede nacional de saúde. Cerca de 2,5 mil pessoas vão analisar formas de aprimorar o atendimento de 160 milhões de brasileiros que usam o Sistema Único de Saúde (SUS), presente em todos os municípios do país. Divididos em grupos, eles vão debater assuntos definidos pela comissão organizadora.

O Controle Social do Sistema Único de Saúde é a possibilidade e a capacidade que a sociedade organizada tem de intervir de forma efetiva na definição e na implementação do Modelo de Gestão do SUS (instrumentos e mecanismos) que inclui a gestão dos recursos financeiros e materiais; a exigência do cumprimento das leis e normas; a política de recursos humanos; o sistema de informação e comunicação; a definição e o acompanhamento de contratos e os convênios com prestadores de serviços, entre outros. Serão analisados também pelos participantes temas como as etapas dos processos de trabalho, bem como, na definição e implementação do Modelo Assistencial que inclui a formulação da política de atenção à saúde propriamente dita; além da avaliação dos resultados efetivamente alcançados pela implementação da política de saúde, a partir de indicadores de morbimortalidade e de qualidade de vida.

O movimento sanitário, hoje representado por diversos segmentos da sociedade como gestores, trabalhadores da saúde, usuários, parlamentares, intelectuais e especialmente pelo conjunto de conselheiros locais, municipais, distritais, estaduais e nacionais de saúde, vem lutando pela implementação do SUS; particularmente no que se refere aos mecanismos e instrumentos de gestão do Sistema.

Do total de delegados, 1.884 serão eleitos pelas conferências dos estados e do Distrito Federal. Para estabelecer o tamanho de cada delegação, os organizadores utilizaram o critério populacional, democratizando a participação de cada unidade da federação. Dessa forma, São Paulo será representado por 800 delegados, enquanto estados menos povoados , como Amapá, Acre e Rondônia terão apenas seis delegados.

Copyright © 2000 eHealth Latin America

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: