Publicidade

Notícias de saúde

Droga Poderá Deter Artrite Reumatóide

LONDRES (Reuters) - Cientistas britânicos desenvolveram um novo tratamento radical contra a artrite reumatóide que poderá deter a enfermidade por meio do uso de uma droga, capaz de matar as células do sistema imune, produzida pelo laboratório de biotecnologia dos EUA Genentech Inc.

A artrite reumatóide é uma doença auto-imune em que o próprio organismo ataca as articulações e tecidos saudáveis.

A equipe de pesquisadores da University College de Londres (UCL) vai apresentar o trabalho durante a conferência do American College of Rheumatology, na Filadélfia. Um resumo das conclusões foi publicado no site http://www.rheumatology.org.

Os testes da UCL foram financiados por uma doação de 50 mil libras da gigante suíça de medicamentos Roche, que tem os direitos europeus sobre a droga baseada em anticorpos monoclonais rituximab, atualmente vendida como Rituxan e no Brasil, como MabThera para tratamento de linfoma Não Hodgkins.

A equipe tratou cinco pacientes que sofriam de artrite reumatóide há 22 anos, em média, e para os quais pelo menos cinco drogas existentes falharam.

Depois de 17 meses, três pacientes mostraram uma dramática melhora, dois outros tiveram uma recaída, mas o tratamento obteve sucesso depois de um segundo período com rituximab.

Um teste formal controlado, testando a droga em comparação a um remédio inativo ou placebo, será feito futuramente.

A nova descoberta está baseada no papel das células-B, células brancas do sangue que defendem o corpo contra vírus e bactérias produzindo anticorpos contra os invasores.

As células-B podem produzir anticorpos que atacam tecidos saudáveis e alguns destes anticorpos errantes também disparam a produção de suas próprias cópias. O resultado pode ser ataque auto-sustentável contra as articulações, o que ocorre em pessoas com artrite reumatóide.

O corpo responde à destruição de suas células-B produzindo novas células do mesmo tipo.

O tratamento destrói as células-B, que o organismo repõe depois de algum tempo. A equipe da UCL acredita que as chances sejam pequenas de que as novas células-B façam o mesmo erro de suas antecessoras e provoquem a volta da artrite reumatóide.

Sinopse preparada por Reuters Health

Copyright © 2000 Reuters Limited. All rights reserved. Republication or redistribution of Reuters Limited content, including by framing or similar means, is expressly prohibited without the prior written consent of Reuters Limited.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: