Publicidade

Notícias de saúde

Início precoce do consumo de maconha aumenta risco de dependência química no futuro

12 de junho de 2018 (Bibliomed). Os meninos que começam a fumar maconha antes dos 15 anos de idade têm maior probabilidade de apresentar problemas com drogas quando adultos, do que aqueles que não começam até serem alguns anos mais velhos. Essa é a avaliação de novas pesquisas da Universidade de Montreal, no Canadá.

Para o estudo, os pesquisadores examinaram dados de 1.030 meninos incluídos em um projeto de longa duração que começou no início dos anos 80. Em uma base anual, meninos entre 13 e 17 anos foram questionados se já haviam fumado maconha.

Posteriormente, quando tinham 20 anos de idade, e novamente oito anos depois, os mesmos participantes do estudo foram questionados sobre seu uso de maconha ou se eles haviam usado outras drogas, incluindo cocaína, alucinógenos, anfetaminas, barbitúricos, tranquilizantes, heroína e inalantes.

Verificou-se que quanto mais cedo os meninos começassem a fumar maconha, mais provável que eles tivessem problemas com drogas mais tarde na vida, segundo os autores do estudo. E os meninos que começaram em uma idade jovem estavam sob maior risco, independentemente de quantas vezes eles usaram a droga.

Os resultados indicaram que os meninos que começaram a fumar maconha assim que chegaram à adolescência tinham um risco de 68% de desenvolver um problema de abuso de drogas quando tinham 28 anos. Em comparação, o risco foi de 44% entre os meninos que não usaram a droga até que tivessem atingido 15 anos ou mais.

Os resultados do estudo foram publicados recentemente no Canadian Journal of Psychiatry.

Fonte: University of Montreal, press-realease.

Copyright © 2018 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: