Publicidade

Notícias de saúde

Idade materna influencia no risco de depressão dos filhos

17 de dezembro de 2015 (Bibliomed). Filhas que nasceram de mães mais velhas podem ter um risco aumentado para o estresse, ansiedade e depressão quando atingem a idade adulta jovem, sugere um novo estudo.

Na pesquisa, foram acompanhados 1.200 australianos nascidos entre 1989 e 1991 por duas décadas.

Os investigadores descobriram que as filhas nascidas de mães que estavam com idade entre 30-34  anos tinham níveis mais elevados de estresse aos 20 anos em comparação com aqueles nascidas de mães mais jovens. E filhas nascidas de mães com idade superior a 35 tinham níveis muito mais elevados de estresse, ansiedade e depressão, segundo o estudo.

A idade da mãe no momento do nascimento não teve efeito sobre os filhos, e a idade do pai no momento do nascimento não teve efeito sobre seus filhos ou filhas, de acordo com os resultados publicados recentemente no Journal of Abnormal Psychology.

Mas os pesquisadores só observaram uma associação entre a idade da mãe no momento do parto e o estado mental de sua filha como um adulto. O estudo não prova uma relação de causa e efeito.

Não se sabe por que filhas nascidas de mães mais velhas podem estar em risco aumentado para o estresse, ansiedade e depressão. Especula-se que a diferença de idade de 30 ou-mais-ano entre mãe e filha leve a uma diferença significativa nos sistemas de valores que podem causar tensões na relação, levando ao estresse, preocupação e tristeza na criança, particularmente durante a transição para a idade adulta jovem.

Fonte: Journal of Abnormal Psychology, news release, Nov. 17, 2015

Copyright © 2015 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: