Publicidade

Notícias de saúde

Vacinação Contra Gripe em Adultos Saudáveis Não Traz Economia

Por Maggie Fox

ATLANTA (Reuters) - Fornecer vacinas contra gripe a adultos saudáveis não traz economia de gastos, embora a vacina previna muitos casos de gripe, afirmaram pesquisadores do Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) dos Estados Unidos na terça-feira.

De acordo com os cientistas, um estudo sugere que pode ser melhor destinar as vacinas contra gripe a pessoas sob maior risco de complicações da infecção, como idosos e pacientes com doenças crônicas.

"A vacinação de adultos saudáveis pode não resultar em benefício econômico geral, mesmo em uma população bem assalariada", disse Carolyn Buxton Bridges, do Centro Nacional de Doenças Infecciosas do CDC.

Bridges e sua equipe fizeram um acordo cooperativo com a empresa Ford para fornecer uma vacina contra gripe a todos seus empregados assalariados em Dearborn, Michigan.

Durante dois anos, eles deram vacina ou placebo a mais de 2.200 funcionários para verificar quantos pegavam gripe e os gastos com a doença.

Durante o primeiro ano, a temporada de gripe de 1997-1998, a vacina não correspondeu à cepa do vírus mais comum e não houve benefícios da vacinação.

Bridges afirmou no Journal of the American Medical Association (Jama) que, no segundo ano, 1998-1999, no entanto, a vacina correspondeu à cepa do vírus mais comum.

No segundo ano, dez por cento dos empregados que receberam placebo desenvolveram gripe, comparados a um por cento dos que tomaram a vacina. Bridges e sua equipe verificaram uma redução de 32 por cento na incidência de doenças semelhantes a gripe entre aqueles que tomaram a vacina.

Além disso, o número de visitas ao médico foi 42 por cento menor no grupo da vacina e os dias de trabalho perdidos foram 32 por cento inferiores.

"Mas como as taxas de gripe foram baixas e os custos (resultantes) foram pequenos, o custo médio da vacina...no grupo da vacina foi US$ 11,32 maior do que o custo médio da doença sozinha no grupo placebo", disse Bridges.

"A vacinação desta população não resultou em uma economia de custos de uma perspectiva da sociedade", acrescentou a pesquisadora.

Bridges destacou, no entanto, que isso não significa que as vacinas contra gripe consistiram em perda de tempo. Elas são recomendadas a pessoas com mais de 65 anos e outras sob alto risco de complicações relacionadas à gripe.

Sinopse preparada por Reuters Health

Copyright © 2000 Reuters Limited. All rights reserved. Republication or redistribution of Reuters Limited content, including by framing or similar means, is expressly prohibited without the prior written consent of Reuters Limited. Reuters Limited shall not be liable for any errors or delays in the content, or for any actions taken in reliance thereon.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: