Publicidade

Artigos de saúde

Tratamento Cirúrgico Minimamente Invasivo da Hiperidrose Palmar

Neste Artigo:

- Introdução
- O que é Hiperidrose
- Tratamento Cirúrgico da Doença
- Resultados do Tratamento Minimamente Invasivo
- Veja Outros Artigos Relacionados ao Tema

"Suar é essencial ao organismo. Regula a temperatura do corpo e ajuda a eliminar o excesso de sais minerais. Também é uma forma de extravasar tensão e insegurança. Entretanto, a sudorese excessiva constitui-se em uma doença. A etiologia (causa) da hiperidrose é psicossomática, não sendo explicada até hoje por nenhuma disfunção orgânica específica. O problema tende a se manifestar na infância e piorar na adolescência e em adultos. Atualmente, foram propostos tratamentos mais eficazes que os medicamentosos para melhorar e até a curar os pacientes portadores de hiperidrose. Dentre os tratamentos cirúrgicos, está a cirurgia denominada simpatectomia vídeoendoscópica, através de agulhas, que será abordada neste trabalho".

Introdução

As glândulas sudoríparas humanas são comandadas pelo sistema nervoso e atuam mediando respostas emocionais e térmicas. Algumas ocasiões especiais podem provocar resposta do organismo através de sudorese excessiva e generalizada. Esta resposta se ocorre a estímulos inócuos ou nocivos.

A maioria das glândulas sudoríparas do organismo localiza-se na região das mãos (palmas das mãos), sendo as axilas e os pés (região plantar), locais também de grande concentração destas glândulas. A produção de suor é deflagrada por estímulos nervosos que partem de gânglios situados lateralmente à medula (coluna vertebral).

Alguns medicamentos têm sido utilizados em alguns casos de hiperidrose localizada, sendo úteis em algumas ocasiões.

Nos casos extremos, o método de tratamento utilizado é cirúrgico, através da simpatectomia (retirada dos gânglios nervosos responsáveis pela inervação das glândulas sudoríparas) regional.

Pesquisadores do departamento de Cirurgia (Minimally Invasive Surgical Center and Cardiac Center) do Hospital Nacional Universitário (National University Hospital) de Singapura, China, avaliaram a efetividade simpatectomia torácica videoendoscópica por agulha para o tratamento da hiperidrose (doença caracterizada pela sudorese excessiva) primária.

Foram incluídos no estudo 35 indivíduos, sendo 23 do sexo masculino e 12 do sexo feminino, com idade aproximada de 24 anos, portadores de hiperidrose, que se submeteram à cirurgia videoendoscópica por agulha para a realização de simpatectomia bilateral, no Hospital Nacional Universitário de Singapura.

O que é Hiperidrose

A hiperidrose consiste em uma doença caracterizada pela sudorese excessiva, presente em determinados indivíduos. A sua etiologia não está claramente determinada, sendo considerada uma doença provavelmente de fundo psicossomático, ou seja, que sofre influência do estado emocional do paciente. Em alguns casos é do tipo generalizada afetando as mãos e as regiões plantares. A sudorese excessiva, sobretudo nas mãos e axila, causa grande transtorno para o paciente afetando diretamente sua vida, suas condições sociais e profissionais.

Os sintomas desagradáveis de sudorese excessiva, sobretudo das palmas das mãos e axilas, podem ser tratados através da simpatectomia.

Tratamento Cirúrgico da Doença

A doença pode ser tratada através da simpatectomia (excisão de gânglios simpáticos responsáveis pela inervação das glândulas sudoríparas) torácica do gânglio dorsal. O procedimento cirúrgico tradicionalmente utilizado é a toracotomia (abertura da parede torácica) lateral, que representa um trauma maior, responsável por dor e desconforto para o paciente. Este procedimento foi recentemente substituído pela simpatectomia vídeoendoscópica. Este último procedimento, realizado com incisões de cinco a dez milímetros, ainda produz dor considerável e trauma visível da parede torácica.

Cientistas chineses descreveram uma técnica menos invasiva de simpatectomia torácica vídeoendoscópica utilizando agulhas de dois a três milímetros. Este procedimento constitui uma alternativa ao procedimento anteriormente descrito e é considerado simples, seguro, menos doloroso, menos invasivo, mais estético e de custo-benefício favorável.

Resultados do Tratamento Minimamente Invasivo

Todos os pacientes avaliados no referido estudo apresentavam hiperidrose desde a adolescência, com sudorese excessiva das mãos e já haviam sido submetidos a tratamentos medicamentosos anteriormente, sem qualquer resultado.

A simpatectomia torácica minimamente invasiva, através da vídeoendoscopia por agulha, durou aproximadamente 56 minutos e necessitou de internação hospitalar durante um dia ou um dia e meio. Raramente ocorreram complicações como o pneumotórax (presença de ar entre a pleura parietal e a pleura visceral).

A taxa de sucesso da operação, definida como a ausência de sudorese nas mãos, foi de 97%, (realizados 72 procedimentos) o que demonstra a validade do método.

Dois pacientes apresentaram a recorrência da sudorese, sendo novamente submetidos ao procedimento, com resposta satisfatória.

A simpatectomia videoendoscpica torácica consiste em uma evolução da cirurgia invasiva, com a abertura da parede torácica (toracotomia) e a utilização de agulhas, ao invés de incisões, é o procedimento mais refinado, atualmente.

A técnica menos invasiva proporciona mais segurança ao paciente e menos morbidade, fato evidenciado pela ausência de complicações mais sérias como lesões de vasos sangüíneos intercostais e ocorrência de pneumotórax. Os resultados do procedimento são imediatos e excelentes, produzindo uma drástica diminuição da sudorese das axilas e das palmas das mãos, sendo o índice de satisfação dos pacientes de mais de 95%.

Concluindo, simpatectomia torácica através da videoendoscopia e uso de agulhas é uma opção segura no tratamento da hiperidrose, devendo ser considerada como padrão-ouro e referência para os outros tipos de simpatectomias.

Fonte: Eur Journal Cardiothoracic Surgery.

Copyright © 2000 eHealth Latin America             11 de Outubro de 2000


Artigos relacionados com esse tema:

Técnica de Revascularização Cardíaca Minimamente Invasiva

Saiba o Que é Transpiração Excessiva



Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: