Publicidade

Artigos de saúde

Câncer de Mama: Diagnóstico Precoce Auxilia no Combate à Doença

Cada vez mais o câncer de mama tem se tornado uma preocupação constante na vida da mulher brasileira. Quando o diagnóstico é precoce, as chances de cura são grandes; no entanto, o câncer de mama tem sido o principal responsável por óbito de câncer entre as brasileiras.

De acordo com as mastologistas, Dra. Regina Celi Costa da Silveira, e Dra. Cláudia Maria Avelar e Silva, o acompanhamento de um especialista, a mamografia periódica e o auto exame podem garantir um diagnóstico precoce. “Com este diagnóstico precoce, as possibilidades de cura são bem maiores”.

Indicações

Segundo a American Cancer Society, entre os 35 e 40 anos deve ser feita a primeira mamografia de base ou padrão. No período entre 40 e 49 anos, a mulher deve fazer uma mamografia a cada 2 anos ou de ano em ano dependendo dos fatores de risco. Acima dos 49 anos, é necessária uma mamografia a cada ano. As especialistas informam que as estatísticas atestam que a maioria dos casos ocorre quando a mulher está na faixa etária de 40 a 50 anos.

Somente no ano passado, foram registrados, aproximadamente, 31 mil casos de câncer de mama no Brasil. Os dados mundiais são mais assustadores ainda: aproximadamente um milhão de mulheres apresentarão a doença até este ano.

Tabus

Segundo as médicas, é importante que alguns tabus sejam derrubados e que as pessoas estejam melhor informadas sobre a doença no intuito de facilitar o diagnóstico. Um dos mitos é o de que a mamografia dá câncer. De acordo com as especialistas, os aparelhos diminuíram a dose de radiação necessária para a execução do exame e melhoraram a qualidade das imagens obtidas. “O risco é insignificante perto do benefício obtido”.

As médicas explicam que nem todo nódulo na mama representa câncer: “A maioria dos caroços de mama são benignos”. E a hereditariedade não é fator preponderante no câncer de mama. Algumas pessoas acreditam que quando alguém da família manifesta a doença, todas as outras mulheres da família, necessariamente, terão. “O risco aumenta quando existe um caso de câncer na família em parentes de primeiro grau, mas, ainda assim, a maioria das mulheres não desenvolverá a doença”.

Segundo as especialistas, é importante que as mulheres realizem o auto-exame, mensalmente, ou após a menstruação. Isto auxilia no diagnóstico antecipado.

Como fazer o auto exame

1- De frente para o espelho verifique se existem áreas de saliência ou afundamento, feridas mudança de coloração ou textura da pele ou mamilo.

2- Faça movimentos com os braços, para cima e para baixo procurando principalmente áreas de retração que aparecem com o movimento.

3- Deitada coloque o braço atrás da cabeça. Com a mão oposta, apalpe os lados e a região central da mama.

4- Com a ponta dos dedos, faça movimentos no sentido de avaliar os tecidos mamários e a eventual presença de nódulos (caroços). Repita os mesmos movimentos na outra mama.

5- Apalpe as axilas procurando nódulos (caroços).

6- Aperte delicadamente um dos mamilos para detectar secreções, principalmente se forem sanguinolentas. Repita o mesmo movimento com o outro mamilo.

Copyright © 2000 eHealth Latin America



Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: