Publicidade

Artigos de saúde

Doença Mental é Considerada Como Maior Fator de Risco Para o Suicídio

Vários fatores de risco para o suicídio já foram identificados no passado. Para quantificar a importância destes fatores no momento atual, pesquisadores dinamarqueses, liderados pelo Dr. P. Mortensen, do Departmento de Demografia Psiquiátrica, do Hospital Universitário de Aarhus, Dinamarca, avaliaram os riscos relativos da população daquele país em relação ao suicídio, em estudo publicado na revista The Lancet de 1o de janeiro de 2000.

Foram associados fatores sócio-econômicos e a doença mental prévia que tenha levado a internamento hospitalar, e relacionados ao suicídio. O objetivo foi avaliar quais seriam as melhores estratégias potenciais para prevenir o suicídio na população em geral.

Os autores avaliaram aleatoriamente uma amostra de 5% da população dinamarquesa entre os 16 e 78 anos de idade, em um período de 15 anos. 811 casos de suicídio foram encontrados, sendo que o desemprego, a baixa renda, o fato de ser solteiro, e um histórico de doença mental levando a internamento hospitalar foram associados a um risco aumentado de suicídio. Entretanto em uma análise multivariável, o fator mais importante para o suicídio foi a doença mental com internação.

De acordo com esta observação, os autores recomendam que a prevenção do suicídio direcionada a pacientes psiquiátricos internados em hospital pode ser a estratégia mais eficiente para diminuir o risco de suicídio.

Fonte: Lancet 2000; 355: 9-12

Copyright © 2000 eHealth Latin America



Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: