Publicidade

Artigos de saúde

Pacientes Portadores de Doenças Coronárias tem Benefício Com o Uso da Vitamina C

Dados de trabalhos científicos recentes tem demonstrado que a hipótese de que os efeitos benéficos dos agentes antioxidantes, como a vitamina C, na doença coronária, resultam em parte de uma influência na atividade da lesão, ao invés de uma redução na extensão da doença, levando a uma vasodilatação mediada por fatores locais.

Corroborando esta hipótese, em um estudo publicado na revista Circulation de 29 de Junho de 1999 pesquisadores da Universidade de Boston demonstraram que o uso a longo prazo de ácido ascórbico (vitamina C) reverte a disfunção endotelial vasomotora encontrada em pacientes com doença coronária. O estudo foi realizado em 46 pacientes portadores de doença coronariana confirmada por cinecoronariografia, e que foram randomicamente divididos para receber uma dose única de 2 gramas de ácido ascórbico ou placebo.

Duas horas após a dose inicial de 2 gramas de ácido arcórbico ascórbico os autores observaram, através de ecocardiograma com doppler colorido de alta resolução, um aumento na dilatação mediada por fluxo na artéria braquial. Além disso, este efeito foi mantido nos pacientes que subsequentemente ingeriram 500 mg de vitamina C por 30 dias. Já no grupo placebo não foi observado aumento do fluxo em nenhum momento.

A melhora da função vasomotora endotelial esteve diretamente associada ao aumento dos níveis plasmáticos de ácido ascórbico e não teve relação com alterações da pressão arterial, lipidograma ou marcadores oxidativos.

Os pesquisadores concluem que o uso a longo prazo do ácido ascórbico produz um efeito benéfico sustentado na ação do óxido nítrico produzido pelo endotélio, podendo beneficiar os pacientes com doença coronariana.

As fontes naturais mais ricas em vitamina C são a laranja, o limão e outras frutas cítricas, acerola, kiwi, cajú, tomate, pimentão, couve, espinafre, escarola, brócolis, nabo, páprica e repolho.

Fontes:
Circulation 1999;99:3234-3240
Circulation 1996;93:1107-1113
Arquivos Brasileiros de Cardiologia 68(1):, 1997

Copyright © 2000 eHealth Latin America



Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: