Publicidade

Artigos de saúde

O que Ocasiona a Crise Convulsiva?

A crise epiléptica (disritmia cerebral) resulta de uma atividade elétrica anormal das células cerebrais. As reações químicas responsáveis pela atividade elétrica cerebral não são claramente conhecidas, nem os distúrbios químicos que as determinam. As crises podem ser desencadeadas por vários fatores metabólicos, como hipoglicemia, hipernatremia, hiponatremia, hipopiridoxinemia, hipomagnesiemia, alcalose respiratória, hipocalcemia, hipoxemia, galactosemia, erros do metabolismo dos aminoácidos, doenças de metabolismo lipídico, uremia, insuficiência hepática aguda, insuficiência supra-renal, porfiria intermitente aguda, síndrome de Reye, síndromes de abstinência (interrupção brusca de álcool, barbitúricos, tranqüilizantes etc.), intoxicações (água, atropina, inseticidas organoclorados, chumbo, gasolina, querosene, mercúrio, ferro, estricnina, digital, salicilatos, isoniazida, álcool etílico, antidepressivos tricíclicos, sais de tálio, cânfora, cocaína etc.), envenenamentos (escorpiônico, picada de aranha "viúva-negra"). A crise epiléptica pode surgir também como uma forma inespecífica de reação a qualquer acometimento cerebral orgânico (encefalopatia hipertensiva, traumatismo, embolia, tumores, infecções, hemorragias, anomalias congênitas, facomatoses, arterite por colagenoses, neurocisticercose, toxoplasmose, histoplasmose, triquinose, esquistossomose, malária, AIDS, doenças degenerativas, como a coréia de Huntington, Jacob Creutzfeldt, Alzheimer, Pick etc.).

A reação de estresse da convulsão, causada, por exemplo, por hipoglicemia, leva à liberação de adrenalina, que, por sua vez, eleva a glicemia rapidamente. Assim, a dosagem sangüínea da glicose após uma crise convulsiva pode ser normal ou elevada na vigência real da hipoglicemia. A história e o exame clínico levarão à suspeita de hipoglicemia, que será medicada em desacordo com o resultado laboratorial. Uma crise convulsiva isolada significa predisposição epiléptica, pois outro indivíduo submetido à mesma noxa não a tem.

Fonte: Manual de Urgências em Pronto-Socorro - 5a. Ed. - 1996.

Copyright © 2000 eHealth Latin America



Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: