Notícias de saúde

Rússia registra a primeira vacina mundial COVID-19

11 de agosto de 2020 (Bibliomed). O presidente russo, Vladimir Putin, anunciou hoje, 11 de agosto, que Moscou registrou a primeira vacina COVID-19 do mundo.

O ministro da saúde russo, Mikhail Murashko, afirmou que seu departamento encerrou os testes clínicos da vacina, desenvolvida pelo Centro Nacional de Pesquisa de Epidemiologia e Microbiologia Gamaleya do Ministério da Saúde da Rússia. Agora, o Kremlin afirma que começará o uso civil da vacina, sendo os profissionais da saúde e os professores os primeiros a serem imunizados.

Há dúvidas, no entanto, sobre a segurança e eficácia da vacina, especialmente considerando que foi desenvolvida em uma nação isolada diplomaticamente como a Rússia. Além disso, a vacina ainda não passou pelo estágio três dos testes clínicos, uma parte da fase de testes que administraria a vacina a humanos.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) recebeu a notícia da vacina russa com cautela, uma vez que a vacina russa não estava entre as seis que a OMS anunciou na última semana estarem mais avançadas. A OMS ressalta que deverá seguir os trâmites de pré-qualificação e revisão definidos.

O porta-voz da OMS, Tarik Jasarevic, disse em uma conferência de imprensa que acelerar o progresso não deve significar comprometer a segurança, e afirmou que a organização está em contato com as autoridades russas e de outros países para analisar o progresso das diferentes investigações em curso relativamente de vacinas.

Fonte: TASS. Russian News Agency. AUG 11, 2020.

Copyright © 2020 Bibliomed, Inc.

Copyright © 2020 Bibliomed, Inc.

Veja também

Faça o seu comentário
Comentários