Notícias de saúde

OMS declara coronavírus como emergência internacional

31 de janeiro de 2020 (Bibliomed). A Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou o novo surto de coronavírus uma emergência de saúde pública de interesse internacional, depois que um comitê de emergência se reuniu na quinta-feira, dia 30 de janeiro de 2020, em Genebra.

Na semana anterior, a organização disse que o vírus ainda não constituía a declaração de emergência. Porém, com o aumento do número e as evidências de transmissão de pessoa para pessoa em alguns casos fora da China, a direção da OMS reuniu o comitê por preocupações de um surto maior no final da linha.

Segundo o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, o principal motivo dessa declaração não é o que está acontecendo na China, mas o que está acontecendo em outros países. "Nossa maior preocupação é o potencial do vírus se espalhar para países com sistemas de saúde mais fracos e mal preparados para lidar com ele", disse o Diretor da OMS.

A OMS define uma emergência de saúde pública de interesse internacional como "um evento extraordinário" que constitui um "risco à saúde pública de outros Estados através da disseminação internacional de doenças" e "que requer uma resposta internacional coordenada". Emergências anteriores incluíram Ebola, Zika e H1N1.

Declarar o coronavírus uma emergência de saúde pública de interesse internacional permite à OMS coordenar melhor a resposta internacional e responsabilizar os países se ultrapassarem os padrões da organização - que podem estar ligados a viagens, comércio, quarentena ou triagem.

A China foi elogiada por suas ações para limitar a propagação do víru. Segundo a OMS, já poderiam ter sido vistos muitos outros casos fora da China neste momento atual - e provavelmente mortes - se não fosse pelos esforços do governo chinês.

O Comitê acredita que ainda é possível interromper a disseminação do vírus, desde que os países adotem medidas fortes para detectar doenças precocemente, isolar e tratar casos, rastrear contatos e promover medidas de distanciamento social compatíveis com o risco. É importante observar que, à medida que a situação continua evoluindo, o mesmo ocorre com as metas e medidas estratégicas para prevenir e reduzir a propagação da infecção.

Como se trata de um novo coronavírus, e já foi demonstrado que coronavírus semelhantes exigiram esforços substanciais para permitir o compartilhamento e a pesquisa regulares de informações, a comunidade global deve continuar demonstrando solidariedade e cooperação, apoiando-se mutuamente na identificação da fonte desse novo vírus, todo o seu potencial para transmissão de homem para homem, preparação para importação potencial de casos e pesquisa para o desenvolvimento do tratamento necessário.

Até este momento, pelo menos 213 pessoas já morreram e mais de 9.500 casos foram confirmados na China continental.

Fonte: Organização Mundial de Saúde.

Copyright © 2020 Bibliomed, Inc.

Veja também

Faça o seu comentário
Comentários