Notícias de saúde

Casos da doença de Alzheimer devem dobrar até 2050

26 de novembro de 2014 (Bibliomed). O número de pessoas com a doença de Alzheimer nos Estados Unidos vai mais que dobrar até 2050 - uma tendência impulsionada pelo envelhecimento da população, um prevê novo estudo.

O custo do atendimento de pacientes de Alzheimer vão de 307 bilhões de dólares para US $ 1,5 trilhão por ano até 2050, estimaram os pesquisadores. Eles acreditam que dentro de 35 anos o custo médio anual por paciente da doença será o dobro do custo de  71.000 dólares por ano em 2010.

Estes custos são tão elevados porque os indivíduos com doença de Alzheimer precisam de uma grande ajuda com as atividades diárias, necessitando de cuidadores pagos ou por membros da família que possam ter tempo disponível fora do trabalho para cuidar dos pacientes. Nos estágios maias avançados da doença, estes cuidados passam a ser necessários durante 24 h por dia.

A pesquisa foi realizada pela University of Southern California.

Estima-se que o número de americanos com 65 anos ou mais aumentará de cerca de 43 milhões em 2012 (14 por cento da população) para quase 84 milhões em 2050 (21 por cento da população). Entre 2010 e 2050, haverá um aumento de 153 por cento no número de pessoas de 70 anos ou mais com doença de Alzheimer - 3.6 a 9.1 milhões - de acordo com a Universidade.

A nova investigação também sugeriu que retaradar o aparecimento da doença de Alzheimer poderia proporcionar benefícios significativos. Em 2050, se for possível retardar o início do Alzheimer por cinco anos resultaria em 41 por cento menos casos e reduziria os custos globais para a sociedade em 40 por cento.

Fonte: University of Southern California, news release, Nov. 11, 2014.

Copyright © 2014 Bibliomed, Inc.

Veja também

Faça o seu comentário
Comentários