Masculinidade tóxica prejudica a saúde dos homens

Comment

Comportamento

Homens que têm atitudes mais "prejudiciais" sobre a masculinidade, incluindo pontos de vista sobre violência e homofobia, são mais propensos a se envolver em bullying e assédio sexual, além de depressão ou pensamentos suicidas, de acordo com um estudo realizado pela Universidade de Pittsburgh, nos Estados Unidos.

Os resultados são baseados na escala "Man Box", desenvolvida pelo Promundo-EUA, uma organização sem fins lucrativos que promove a justiça de gênero e a prevenção da violência envolvendo homens e meninos em parceria com mulheres e meninas. A escala foi criada como uma forma de medir normas e estereótipos nocivos sobre a masculinidade.

A escala "Man Box" original de 15 pontos, projetada para avaliar os homens em relação a essas atitudes e comportamentos, foi desenvolvida a partir do escritor, educador e ativista Paul Kivel e seus colegas do Projeto Homens de Oakland na década de 1980. Eles criaram o exercício "Aja como um homem" como uma forma de discutir como a sociedade influencia o comportamento masculino com os homens do programa.

Para o estudo, os pesquisadores desenvolveram uma versão mais curta da escala "Man Box". Sua versão inclui cinco itens focados em papéis de gênero, violência ou agressão, comportamento ou atitudes sexuais, bem-estar emocional e sentimentos em relação à masculinidade.

A versão mais curta foi projetada para ajudar os médicos a monitorar de forma mais eficiente a saúde mental de pacientes do sexo masculino, usando as medidas com as associações mais fortes com violência e problemas de saúde mental.

Os pesquisadores usaram dados de 2016 de mais de 3.600 homens com idade entre 18 e 30 anos dos Estados Unidos, México e Grã-Bretanha, que foram avaliados usando a versão mais curta da escala "Man Box". Os homens que pontuaram mais alto na escala de quatro pontos – 3,0 ou mais – eram mais de cinco vezes mais propensos a perpetrar violência ou ameaçar violência contra outras pessoas e tinham um risco 73% maior de sintomas depressivos. Eles também tinham mais de 150% mais probabilidade de ter pensamentos suicidas.

Para os pesquisadores, esses resultados sugerem que os homens que adotam ideias estereotipadas sobre a masculinidade são mais propensos a prejudicar a si mesmos e aos outros, perpetrando a violência contra outras pessoas em taxas muito mais altas.

Fonte: Preventive Medicine. DOI: 10.1016/j.ypmed.2020.106185.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *