Publicidade

Notícias de saúde

Quais são as coisas mais sujas em quartos de hotel?

19 de junho de 2012 (Bibliomed). Estadias em quartos de hotéis podem trazer surpresas desagradáveis. É difícil saber se o ambiente foi limpo de forma apropriada, e por mais cuidado que se possa ter, as chances de o hóspede entrar em contato com germes são enormes.

Pesquisadores americanos colheram amostras de bactérias de diversos itens em quartos de hotéis em três regiões dos Estados Unidos. A expectativa era de que objetos como o vaso sanitário e a pia do banheiro apresentassem níveis altos de contaminação, mas itens inesperados também chamaram a atenção. O controle remoto da televisão e o interruptor do abajur estavam alarmantemente contaminados.

A quantidade de bactérias encontradas no controle remoto não foi muito maior do que a encontrada em casa, mas esses germes são diferentes do que os que o hóspede encontraria no lar.

Outro problema encontrado pelos pesquisadores foi o nível de contaminação do carrinho de limpeza das camareiras. Os níveis mais altos de contaminação foram encontrados em esfregões e esponjas. Dessa forma as bactérias podem estar sendo levadas de um quarto a outro. Para evitar isso, seria interessante que os líquidos usados fossem substituídos entre os turnos de limpeza.

Os níveis mais baixos de contaminação foram encontrados na cabeceira da cama, trilhos das cortinas e maçanetas do banheiro.

Os pesquisadores acreditam que os resultados encontrados por eles podem ajudar hotéis a aperfeiçoarem a higienização dos quartos. As camareiras gastam aproximadamente 30 minutos limpando cada quarto, e se elas souberem quais são os objetos mais sujo, podem dar prioridade a certas áreas e itens do ambiente.

A pesquisa foi desenvolvida na Universidade de Houston nos Estados Unidos.

Fonte: Live Science, 17 de junho de 2012

Copyright © 2012 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: