Publicidade

Notícias de saúde

Filhos de pais mais velhos vivem mais tempo

13 de junho de 2012 (Bibliomed). Segundo pesquisadores da Universidade Northwestern, nos Estados Unidos, os homens devem esperar mais tempo para ter filhos, pois, assim, seus filhos e netos podem ter uma vida relativamente mais longa.

Dan Eisenberg, autor da pesquisa, explica que, na teoria, se o pai ou o avô eram capazes de viver e se reproduzir quando estavam mais velhos, isso pode prever que seus descendentes poderiam viver de forma semelhante.

Os pesquisadores explicam que o estudo, realizado nas Filipinas, descobriu que crianças de pais mais velhos não só herdavam telômeros mais longos (DNA encontrados nas extremidades dos cromossomos), mas também que o comprimento dos telômeros da prole é cumulativo em várias gerações. Segundo os cientistas, telômeros mais curtos parecem ser uma causa de problemas de saúde que ocorrem com o envelhecimento, além de associarem os telômeros mais longos a um envelhecimento mais lento.

“Se os nossos antepassados recentes esperaram até mais tarde na vida adulta para se reproduzir, faz sentido para nossos corpos se prepararem para algo semelhante, investindo mais recursos para manter o funcionamento saudável em idades mais avançadas”, diz Christopher W. Kuzawa, co-autor do estudo.

Contudo, os pesquisadores ressaltam que a pesquisa não deve ser tomada como uma recomendação para que os homens deixem de se reproduzir enquanto jovens, já que homens mais velhos podem passar mutações genéticas prejudiciais para seus descendentes no momento da reprodução, aumentando as taxas de aborto espontâneo e colocando em risco a saúde da criança.

Fonte: UPI, 11 de junho de 2012

Copyright © 2012 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: