Publicidade

Notícias de saúde

Campanhas customizadas de acordo com a cultura local ajudam no combate ao suicídio

14 de setembro de 2011 (Bibliomed). Pesquisadores americanos acreditam que especificações feitas em relação a características culturais poderiam ser uma abordagem eficaz na prevenção do suicídio feita por governos.

A Associação de Prevenção de Suicídio - APS (Association for Suicide Prevention, nos EUA) -, afirma que a customização de programas de prevenção de acordo com as características locais mostram efeitos positivos na redução das taxas de casos de suicídio..

“Nós agora temos boas evidências de que taxas de suicídio são reduzidas substancialmente quando líderes fazem com que a prevenção do suicídio seja um foco central em seus sistemas, como na aeronáutica americana. Nós também sabemos que a reduções significativas nas taxas de suicídio e tentativas de suicídio foram feitas quando programas focados em melhorar o reconhecimento e o cuidado da depressão são implementados”, explica o Dr. Lanny Berman, presidente da APS.

Uma situação que pode servir de exemplo dessas medidas foi a diminuição da quantidade de carvão disponível para a venda em supermercados de Hong Kong. Essa ação foi responsável por uma redução significativa do número de suicídios feitos na cidade através de envenenamento. Outro benefício que poderia surgir a partir desse tipo de campanha é a resposta positiva da população. Comunidades engajadas e preocupadas em relação à prevenção do suicídio têm impactos positivos em indivíduos que estejam pensando em se matar.

“Esses poucos exemplos demonstram que se nós levamos em conta elementos culturais, nós podemos tomar grandes passos no avanço da prevenção do suicídio, compreensão e prática”, diz Berman.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde, cerca de um milhão de pessoas cometem o suicídio todos os anos.

Fonte: UPI 11 de setembro de 2011

Copyright © 2011 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: