Publicidade

Notícias de saúde

Maus hábitos alimentares podem provocar alergias, alertam especialistas

27 de agosto de 2010 (Bibliomed). Urticárias, inchaços, coceiras, tosse, chiado no peito e até diarreias: esses são os principais sintomas das alergias mais comuns causadas pela ingestão de alimentos. Com o aumento do consumo de alimentos industrializados e a redução do tempo destinado às refeições, a incidência de casos de alergias e intolerância alimentar tem aumentado significativamente, segundo especialistas. “A pressa e a busca da praticidade têm prejudicado muito a qualidade da nossa alimentação”, afirma a nutricionista Iara Oliveira, especialista em Nutrição Clínica Funcional.

Segundo a especialista, a baixa qualidade da alimentação provoca prejuízos ao sistema imunológico, diminuindo a resistência do corpo aos agentes externos. “Podemos explicar o sistema imunológico como sendo a proteção natural do corpo contra os invasores externos, antes que eles possam causar algum mal”, destaca a nutricionista, acrescentando que, por esta razão, devemos ser mais criteriosos com os nutrientes que ingerimos. “Hoje em dia, está na moda combater o açúcar, o sal e a gordura trans, mas esquecemos de coisas simples, como incentivar o consumo de mais alimentos naturais, como frutas, verduras e legumes”, completa.

A nutricionista explica que muitos casos de intolerância e alergias mais comuns nos dias de hoje são causadas por essa mudança nos hábitos alimentares. Segundo ela, a maioria dos alimentos industrializados tem alergênicos na composição. Os maiores alergênicos são os alimentos ricos em proteínas, como derivados de leite e produtos com soja, trigo, cevada. E os alimentos que mais causam alergia são o leite, o ovo, o trigo, a soja, os oleoginosos (principalmente o amendoim) e os corantes artificiais.

Além da alimentação inadequada, a predisposição genética, o sistema imunológico da pessoa ou mesmo a integridade orgânica funcional podem ser causa de alergias. E, para evitar esses problemas, a nutricionista recomenda melhorar a qualidade da mastigação e a ingestão de alimentos melhores, como fibras naturais - principalmente de frutas verduras, legumes, e grãos integrais -, além de tomar mais líquidos.

Fonte: AW Comunicação. Press release. 27 de outubro de 2010.

Copyright © 2010 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: