Publicidade

Notícias de saúde

Alimentação da criança deve evoluir com o crescimento, destacam especialistas

21 de agosto de 2009 (Bibliomed). Desde os primeiros anos de vida, hábitos saudáveis devem ser ensinados às crianças e adequados à alimentação infantil. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), o ideal é que o bebê seja alimentado exclusivamente com leite materno até os seis meses de idade – após esse período, a alimentação deve ser complementada com frutas, verduras e legumes.

O médico nutrólogo Carlos Alberto Nogueira de Almeida, da Associação Brasileira de Nutrologia, explica que todos os nutrientes devem estar presentes na alimentação das crianças e não existem proibições. Proteínas, fibras, vitaminas, carboidratos e minerais são essenciais na alimentação nos primeiros anos de vida das crianças. "A introdução de alimentos sólidos na dieta deve ser iniciada com frutas, depois cereais, seguida por carne, gema de ovo e, ao final do primeiro ano, já deve incluir a comida feita em casa", ressalta.

O especialista alerta que a ingestão excessiva de alimentos com alta taxa calórica e pouco valor nutritivo – conhecidos como calorias vazias – acarreta graves doenças a longo e curto prazo. "A obesidade, o diabetes e o infarto, que eram consideradas doenças exclusivas de adultos, hoje fazem parte dos diagnósticos infantis".

Por outro lado, ele explica que uma alimentação equilibrada não impede o consumo de doces, refrigerantes e outros produtos industrializados. O importante é ter moderação. "Junk foods e fast foods devem ficar restritos às exceções, como passeios e festas. Se ingeridos sem abusos, não provocam danos à saúde", conclui o médico.

Fonte: Associação Brasileira de Nutrologia. Press release 18 de agosto de 2009.

Copyright © 2009 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: