Publicidade

Notícias de saúde

Mais da metade dos diabéticos sofrem também de artrite

12 de maio de 2008 (Bibliomed). Mais da metade das pessoas com diabetes também sofrem de artrite, segundo especialistas dos Centros de Prevenção e Controle de Doenças (CDC) dos Estados Unidos. Um levantamento da entidade mostra que 52% das pessoas com diabetes têm também artrite, e que isso não é um problema apenas de pessoas mais velhas.

A pesquisa, realizada nacionalmente por telefone entre os anos de 2005 e 2007, revelou que os pacientes com diabetes com idades entre 18 e 44 anos têm 27,6% de chances de também apresentar a doença inflamatória nas articulações, contra apenas 11% da população em geral.

Mas, ainda assim, a combinação das duas condições atinge em maior escala a população idosa – a artrite afeta 62,4% diabéticos com mais de 65 anos de idade, e 56,2% das pessoas da mesma idade sem diabetes.

De forma geral, a extensão do problema surpreendeu os pesquisadores, que, de certa forma, já esperavam essas diferenças na incidência da artrite na população idosa, mas não sabiam que tantos jovens apresentavam as duas doenças ao mesmo tempo.

Importância da atividade física

O ponto crucial do artigo sobre assunto, publicado no site do CDC, é a importância da atividade física para as pessoas com diabetes e também para as pessoas com artrite. De acordo com os especialistas, as pessoas que apresentam as duas condições ao mesmo tempo são muito menos propensas a se exercitarem o suficiente para prevenir a piora das duas doenças.

Segundo as estatísticas do CDC, enquanto 20% dos diabéticos são fisicamente inativos, essa porcentagem aumenta para 30% entre aqueles que apresentam as duas condições.

Os autores destacam que, ao mesmo tempo em que a artrite dá uma nova razão para os diabéticos se exercitarem, buscando prevenir a piora da doença articular, ela cria novas barreiras para a prática de atividades físicas, pois é caracterizada por inflamações e dores nas juntas.

Eles destacam que as razões para os diabéticos não se exercitarem são as mais comuns, como a falta de tempo, outras prioridades e a falta de motivação. "Mas, quando você tem artrite, você tem barreiras especiais acima de tudo – você não sabe quais atividades são seguras e você se preocupa: ‘será que os exercícios farão minhas dores piorarem? Será que os exercícios vão danificar minhas juntas? ’".

Para os pacientes com as duas doenças os especialistas recomendam atividades simples, como caminhada, natação e ciclismo. O importante é manter um bom nível de atividades físicas para prevenir a piora das duas doenças e outros problemas, além de aumentar a saúde e o bem-estar.

Fonte: CDC. May 9, 2008 / 57(18);486-489

Copyright © 2008 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: