Publicidade

Notícias de saúde

Perfil dos usuários de maconha não tabagistas mostra razoável inserção social

18 de janeiro de 2008 (Bibliomed). O consumo de drogas ilícitas é um problema de ordem social em praticamente todas as localidades do globo. Além do prejuízo à saúde do viciado, a necessidade de utilizar compostos químicos que alteram a consciência e levam a um estado de prazer é causa de desestruturação do núcleo familiar, roubos, acidentes, dentre outras conseqüências graves.

No intuito de verificar o perfil dos usuários de maconha que nunca fumaram cigarros comuns, pesquisadores suíços da University of Lausanne publicaram um estudo na revista Archives of Pediatrics & Adolescent Medicine. Foram incluídos na análise 5.263 estudantes com idade entre 16 e 20 anos, sendo 46% do sexo feminino. Cerca de 8,6% dos participantes afirmaram fumar apenas maconha, enquanto 32,4% consumiam esta droga e também cigarros comuns e 59% negaram uso de qualquer um dos dois compostos.

Os resultados apresentados demonstraram que em comparação aos consumidores de ambas as substâncias, os usuários exclusivos de maconha eram em média mais jovens e mais freqüentemente do sexo masculino. Da mesma forma, os consumidores de maconha praticavam esportes em maior freqüência, moravam com os pais e possuíam melhores notas que os usuários de cigarro e maconha associados.

Em relação aos abstêmios, os consumidores de maconha eram mais comumente do sexo masculino, apresentavam maior núcleo de amizades, praticavam esportes com maior freqüência e possuíam pior relação familiar com os pais. O consumo de bebidas alcoólicas e as faltas escolares foram verificadas em maior magnitude nos usuários de maconha em comparação aos abstêmios.

Assim, os autores concluem que inserção social dos usuários exclusivos de maconha é melhor que o obtido pelos consumidores concomitantes de cigarros comuns. Por sua vez, aqueles que não utilizam qualquer tipo de droga são os que possuem maior estabilidade sócio-familiar.

Fonte: Arch Pediatr Adolesc Med. 2007; 161 (11): 1042 – 1047.

Copyright © 2008 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: