Publicidade

Notícias de saúde

Medidores de pólen do ar atmosférico – qual é melhor?

03 de julho de 2007 (Bibliomed). O pólen é um dos principais alérgenos ambientais, ou seja, é uma partícula capaz de desencadear fenômenos alérgicos em indivíduos susceptíveis. A exposição a este composto pode resultar numa resposta inflamatória em diversos locais do organismo, como a mucosa nasal (gerando sintomas de rinite alérgica) e as vias respiratórias (cursando com sintomas de asma alérgica).

Com o objetivo de monitorizar a quantidade de partículas de pólen, suspensas no ar ambiental, foi desenvolvido um contador automático de pólen no Japão. Um grupo de pesquisadores desenvolveu um estudo publicado na revista Annals of Allergy, Asthma and Immunology, em 2007, no qual compararam a eficácia deste novo contador automático de pólen, com a obtida pelo medidor de pólen atmosférico de referência. A avaliação foi realizada durante a estação de maior liberação de pólen pelas flores.

Os resultados apresentados demonstraram que os contadores de pólen estudados apresentaram performance similar. Porém, o contador automático de partículas de pólen apresentou menor eficácia, nos períodos em que o número de partículas suspensas na atmosfera era elevado, uma vez que estas poderiam ser confundidas com o pólen. Assim, a efetividade do contador automático é menor no início e no final da estação do pólen, época em que sua concentração atmosférica está diminuída, em comparação a dos demais compostos suspensos na atmosfera.

Os autores concluem que o contador automático de pólen possui boa performance global. Ressalva que seu uso deve ser feito nos períodos de menor suspensão desta partícula no ar ambiente.

Fonte: Annals of Allergy, Asthma and Immunology 2007; 98 (6): 553 – 558 (June).

Copyright © 2007 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: