Publicidade

Notícias de saúde

Uma em cada três mulheres é vítima da violência nas Américas

26 de Novembro de 2003 (Bibliomed). Para a Organização Pan-Americana da Saúde (OPS), nos países do continente americano as estatísticas mostram que uma em cada três mulheres é vítima da violência. Ao celebrar-se o "Dia Internacional da Não-Violência contra a Mulher" a OPS busca dar ao tema a real importância que ele merece.

À respeito, a chefe da Unidade de Gênero e Saúde da OPS, Elsa Gómez, destacou em um comunicado que "a violência doméstica é muito difícil de ser medida em cifras. Ao comparar os dados dos países aparecem porcentagens enganosas que revelam, por exemplo, um alto índice de violência em certos países, quando, em realidade, os números significam apenas que existem melhores registros naquele país, e não menor índice de violência".

Ela ainda reconheceu que, apesar das diferenças entre os países, todos os casos apresentam um denominador comum: a grande diferença de poder que existe entre os sexos – daí, os homens, muitas vezes, descarregam suas frustrações nas mulheres com as quais vivem.

As atitudes violentas se apresentam em todos os níveis de uma sociedade, segundo o relatório da OPS, embora possam manifestar-se de modos diversos. Nas camadas sociais mais altas é mais freqüente o maltrato psicológico, enquanto que nas camadas mais baixas predomina o abuso físico direto.

Copyright © 2003 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: