Publicidade

Notícias de saúde

Especialistas falam sobre maconha na Unifesp

12 de Maio de 2003 (Bibliomed). A maconha – droga ilícita mais usada no Brasil e no mundo – é o tema de um ciclo de conferências que será realizado pela Unidade de Pesquisa em Álcool e Drogas da Universidade Federal de São Paulo (Uniad/Unifesp) na próxima sexta-feira, dia 16, das 8 às 16h45, no Teatro Marcos Lindenberg, que fica na Rua Botucatu, 862, Vila Clementino. O evento é destinado a agentes de saúde comunitários envolvidos no tratamento de dependentes químicos e a profissionais e estudantes de graduação da área de saúde. As inscrições devem ser feitas no site www.uniad.org.br/cadastroevento.asp.

Um dos convidados é o psicólogo americano Robert Stephens, especialista em dependência pela University of Washington que faz parte do Marijuana Treatment Project (MTP), um estudo americano que tem por objetivo testar a efetividade de tratamentos breves para usuários. Stephens vai falar sobre as inovações no tratamento dos usuários de maconha (às 10h15) e sobre as dificuldades no tratamento dos usuários da maconha, desistência, retenção e motivação (às 13h).

A abertura do evento será às 8h30, quando o coordenador da Uniad, Ronaldo Laranjeira, falará brevemente sobre a importância de estudar a maconha hoje. Em seguida, às 8h45, a psicóloga Ana Regina Noto, pesquisadora do Centro Brasileiro de Informações sobre Drogas Psicotrópicas (Cebrid), apresentará dados epidemiológicos do uso da maconha.

A experiência do primeiro ambulatório brasileiro para tratar exclusivamente usuários de maconha será comentada, às 9h15, pela psicóloga Flávia Jungerman, coordenadora do Ambulatório da Maconha da Uniad, que atende em média 20 pessoas por semana e já tratou cerca de 300 usuários desde que foi inaugurado em 2000. Às 14h15, a psicóloga, mestre em saúde mental e especialista em dependência química pela Unifesp, Maria Alice Novaes, falará dos aspectos neuropsicológicos do uso da maconha.

Às 14h45, o psiquiatra Marcelo Ribeiro, pesquisador da Uniad, consultor e responsável pelo site “Álcool e drogas sem distorção” do Hospital Albert Einstein abordará o tema Psicose e maconha. Já o neurologista João Villares, pesquisador do Departamento de Psicobiologia da Unifesp, falará sobre as alterações neuronais do uso crônico da maconha, às 15h30. Às 16 horas, a presidente do Conselho Estadual de Entorpecentes (Conen-SP), Janaína Paschoal, explicará os aspectos legais do uso da maconha.

Copyright © 2003 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: