Publicidade

Notícias de saúde

Fumar charutos pode ser tão danoso quanto fumar cigarros, diz estudo

18 de novembro de 2014 (Bibliomed). Alguns fumantes de charutos podem acreditar que enfrentam menos risco para a saúde do que se estivessem fumando cigarros, mas um novo estudo lança dúvidas sobre essa ideia.

Uma nova pesquisa indica que os fumantes de charutos são expostos a altos níveis de agentes causadores de câncer e outras substâncias tóxicas, o que sugere que o hábito é tão arriscado como fumar cigarros. No novo estudo, os pesquisadores analisaram a presença de cinco sinais químicos de exposição ao tabaco em testes realizados em mais de 25.500 americanos.

Apesar do fato de que os fumantes de charutos não inalam, mais atenção deve ser dada para os danos do fumo passivo. É bem sabido que o fumo passivo causa a asma, bem como um possível aumento no risco de câncer de pulmão. A nuvem de fumaça em torno do sistema respiratório de um fumante de charutos é equivalente a esse fenômeno, segundo os autores do estudo.

Dois dos biomarcadores - cotinina e 4- (metilnitrosamino) -1- (3-piridil) -1-butanol (NNAL) - são específicos para o tabaco. Os outros biomarcadores - chumbo, cádmio e arsênico - não são específicos do tabaco e pode vir de outras fontes. O estudo descobriu que os fumantes de charutos – fossem eles ou não usuários adicionais de cigarros - tinham níveis mais altos de cotinina, NNAL, cádmio e chumbo do que as pessoas que não usam tabaco. Os fumantes de charuto, com um histórico de uso de cigarro tinham níveis muito mais altos de cotinina e NNAL do que os fumantes de charutos que não fumavam cigarros.

O uso de charutos nos Estados Unidos mais do que duplicou 2000-2011, de acordo com os Centros dos EUA para Controle e Prevenção de Doenças.

Fonte: Cancer Epidemiology, Biomarkers & Prevention. 7 de novembro de 2014.

Copyright © 2014 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: