Publicidade

Notícias de saúde

Novo exame para detectar câncer de próstata

12 de março de 2014 (Bibliomed). O exame de toque é um dos principais mecanismos utilizados para a identificação precoce do câncer de próstata. Entretanto, muitos homens ainda são contrários a realizá-lo, o que diminui as chances de sucesso do tratamento.

Um novo teste desenvolvido Universidade de Surrey, na Grã-Bretanha, mostrou-se eficiente na detecção de alterações na próstata sem a necessidade da realização do toque retal. O teste é realizado através da análise da urina dos pacientes, na qual busca-se a presença da proteína engrailed-2, ou EN2, que é produzida por células cancerígenas da próstata.

Até então, o diagnóstico do câncer de próstata era realizado, principalmente, pelo exame de PSA (proteína presente no sangue que, em altos níveis, pode indicar a doença) e o de toque retal. A descoberta da EN2 na urina pode tornar o processo de testagem mais rápido e indolor, o que diminuiria a resistência de muitos homens em relação ao procedimento preventivo.

A expectativa é que o teste esteja disponível no mercado já no próximo ano, mas antes ele precisará ser submetido à aprovação das agências reguladoras de cada país em que for utilizado.

Segundo os pesquisadores, o novo teste apresentou precisão duas vezes maior do que o exame de PSA, além de oferecer poucos diagnósticos falso-positivos. O teste de urina deu o diagnóstico correto a 90% dos pacientes que não tinham câncer de próstata. Os outros 10% apresentavam um grau muito pequeno da doença, que não era clinicamente significante.

Os resultados sinalizam menos procedimentos invasivos e tratamentos desnecessários em pessoas que têm a doença, mas que não apresentarão sintomas clínicos ou terão a saúde prejudicada.

Fonte: Revista Veja, 07 de março de 2014.

Copyright © 2014 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: