Tratamento hormonal pode melhorar o comportamento social em pessoas com autismo

Comment

Comportamento

Tratamento baseado em hormônio pode melhorar a função social em pessoas com autismo, sugerem estudos clínicos realizado na Stanford University’s Social Neurosciences Research Program, nos Estados Unidos.

No primeiro estudo, os pesquisadores administraram a vasopressina via spray nasal em 17 crianças com autismo e outras 13 crianças receberam com um spray placebo inativo por quatro semanas. A vasopressina é um hormônio que tem sido implicado na capacidade do cérebro de gerenciar o comportamento social. As crianças tratadas com vasopressina mostraram um comportamento social melhorado, medido por um teste padronizado chamado Escala de Responsividade Social. Elas também mostraram melhora na comunicação social, foram mais capazes de interpretar estados emocionais e mentais dos outros, e diminuíram os sintomas relacionados ao autismo, como ansiedade e comportamentos repetitivos.

O segundo ensaio clínico não envolveu a vasopressina em si, mas um novo medicamento que ativa os receptores cerebrais visados ​​pelo hormônio. Ao todo, o estudo envolveu 223 homens com autismo moderado ou grave, que foram divididos em quatro grupos que receberam o medicamento doses diferentes ou placebo todos os dias durante 12 semanas. Os homens não mostraram melhora significativa, medida pela Escala de Responsividade Social. Mas os dois grupos de pacientes que receberam doses mais altas apresentaram melhoras, conforme medido por outra escala que avalia a socialização, o comportamento adaptativo e as habilidades da vida diária, em comparação com aqueles que receberam placebo.

Agora, os dois estudos estão sendo ampliados para os estudos avançaram para o próximo estágio do ensaio clínico.

Fonte: Science Translational Medici, 1 de maio de 2019.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *