Tags:

Nova vacina contra herpes tem resultados promissores

Comment

Sexologia

Pesquisadores da Universidade da Pensilvânia, nos Estados Unidos, desenvolveram uma vacina experimental contra o herpes genital que se mostrou extremamente eficaz em camundongos, oferecendo uma esperança de proteção humana contra uma doença sexualmente transmissível incurável.

A vacina impediu a transmissão do vírus herpes simplex 2 para quase todos os ratos que receberam a injeção. Os pesquisadores não conseguiram encontrar nenhuma evidência do vírus do herpes em 63 dos 64 (98%) dos ratos vacinados que foram infectados com o herpes.

A nova vacina adota uma abordagem baseada em genética para impedir a transmissão do herpes. Ela combina o RNA mensageiro (mRNA) que codifica três proteínas encontradas no vírus. Uma das proteínas é necessária para que o vírus entre nas células e se replique, enquanto as outras duas proteínas ajudam o vírus a evitar a detecção pelo sistema imunológico. A resposta imune a esta vacina tem como objetivo ensinar o corpo a se defender contra a infecção, criando anticorpos que atingiriam o vírus com facilidade e impediriam a infecção de células, acrescentou.

Não há cura para o vírus herpes simplex 2, também chamado de herpes genital, que geralmente é transmitido por sexo vaginal, anal ou oral. O herpes genital pode triplicar ou quadruplicar o risco de infecção pelo HIV. Também pode causar uma infecção potencialmente fatal em recém-nascidos de mães com herpes.

Agora, os pesquisadores estão em discussões com uma empresa de biotecnologia para iniciar testes em humanos dentro de um ano. O primeiro estudo focaria a segurança da vacina e sua capacidade de produzir uma resposta imune em humanos. Se a vacina funcionar, os pesquisadores esperam recomendá-la a adolescentes antes do início da atividade sexual, o mesmo que a vacina contra o papilomavírus humano (HPV), que previne o câncer, agora é administrada.

Fonte: Science Immunology. DOI: 10.1126/sciimmunol.aaw7083.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *