Depressão é diferente entre homens e mulheres

Comentar

Comportamento

destaque_bullyngEstudo da Universidade de Cambridge, na Inglaterra, e publicado na revista especializada Frontiers in Psychiatry, mostrou que a depressão afeta os cérebros de homens e mulheres de forma diferente. De acordo com os pesquisadores, o achado é importante, pois pode levar ao desenvolvimento de tratamentos específicos e mais eficazes.

O estudo envolveu adolescentes (82 garotas e 24 garotos, de 11 a 18 dezesseis anos) com depressão. O grupo de controle consistiu de 24 participantes femininos e 10 masculinos saudáveis.  Os jovens foram expostos a palavras tristes ou felizes. Foram realizadas imagens do cérebro antes e depois do experimento.

Os resultados mostraram que, aos 15 anos, as meninas são duas vezes mais propensas a experimentar depressão em comparação com meninos da mesma idade. Problemas de imagem corporal, flutuações hormonais e fatores genéticos são fatores que podem influenciar a depressão em meninas e torná-las mais suscetíveis ao transtorno mental. Observou-se, também, que os homens são mais susceptíveis de sofrer de depressão persistente, enquanto que a depressão das mulheres tende a ser mais episódica, além de os homens serem mais propensos a sofrer consequências mais graves da depressão, como abuso de substâncias e suicídio.

Fonte: Frontiers in Psychiatry, 11 de julho de 2017

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>