Publicidade

Artigos de saúde

Infecção por H Pylori tem Disseminação Familiar entre Crianças Colombianas

A infecção pela bactéria Helicobacter pylori leva a infecções digestivas crônicas (entre elas a úlcera péptica) com um grande impacto na saúde pública. Entretanto, o estabelecimento de medidas de prevenção da transmissão da bactéria é limitado pelo pouco conhecimento que se tem atualmente da maneira como ela se transmite.

As doutoras Karen J Goodman da Universidade do Texas, e Pelayo Correa da Louisiana State University estudaram os efeitos da prevalência familiar do H pylori, em crianças da zona rural colombiana de idades entre 2 e 9 anos, na região dos Andes. O estudo foi publicado na revista Lancet da semana passada.

As pesquisadoras avaliaram 684 crianças para verificar a presença do H pylori, usando o exame respiratório 13C-uréia. Procurou-se verificar em cada criança com exame positivo a ocorrência de positividade em irmãos que estivessem na mesma faixa etária. Fatores possíveis de interferir nos resultados, como a higiene familiar, indicadores sócio-econômicos, e número de crianças na habitação, foram valorizados na análise dos dados.

As médicas encontraram que a possibilidade de infecção na habitação aumentava de acordo com o número de irmãos que lá viviam: quanto mais crianças, maior a possibilidade de encontrá-las contaminadas. Em relação às idades, havia maior influência na taxa de infecção se a diferença de idade entre os irmãos era de até 4 anos (ou seja, se as crianças tinham idades próximas).

Verificou-se ainda que a transmissão se dada preferencialmente dos irmãos mais velhos para os mais jovens.

O estudo pode ser uma etapa importante no conhecimento da transmissão familiar do H pylori.

Fonte: Lancet 2000; 355: 358-62

Copyright © 2000 eHealth Latin America



Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: