Publicidade

Artigos de saúde

Uma Solução Para o Crescimento Exagerado dos Pêlos

Neste Artigo:

- Introdução
- Vantagens

Introdução

Um tratamento de última geração, considerado pós-laser, é a nova opção para acabar com o problema de sucessivas depilações e também uma solução para quem sofre de excesso de pêlos em áreas antiestéticas ou mesmo com pêlos encravados.

O crescimento de pêlos de forma exagerada ou em áreas inesperadas, sob o ponto de vista médico pode ser atribuído a várias causas como, fatores hereditários, alterações hormonais provocadas por determinados medicamentos, anormalidades do sistema endócrino. Porém, o que interessa mesmo é ficar livre dos pêlos.

A nova opção de tratamento é realizada com equipamento que usa a luz pulsada, de alta intensidade. A sua vantagem é a possibilidade de selecionar o comprimento de onda mais adequado para os folículos pilosos de cada região.

O mesmo princípio aplica-se à eliminação de pêlos de diferentes cores e densidades. Desta forma é possível tratar as mais variadas cores de pêlo e tons de pele, embora os resultados sejam melhores em pessoas de pele clara e pêlos escuros.

Vantagens

Existem uma série de vantagens se compararmos a outros métodos. A cera é considerada uma solução de curto prazo, enquanto que a eletrólise requer o tratamento de cada folículo piloso separadamente, sendo um procedimento longo, doloroso e trabalhoso.

Comparado aos lasers convencionais, este utiliza um único comprimento de onda, o que possibilita um tratamento personalizado e abrangente. Outra vantagem do novo método em relação ao laser é o maior foco utilizado, o que significa que os pêlos podem ser removidos em áreas maiores com um único disparo, reduzindo o tempo de tratamento e conseqüentemente o custo.

E diferente de alguns lasers, não há necessidade de depilação ou raspagem prévia da região a ser tratada. Pelo contrário, os pêlos devem estar crescidos na hora da aplicação e depois de alguns dias eles caem naturalmente, explica.

O procedimento de epilação é simples e não requer curativos nem internação, sendo realizado em consultório. Só não é permitido o uso de perfume ou maquiagem, apenas sabonete neutro. É recomendável que a pessoa não tenha se exposto aos raios solares por pelo menos 30 dias antes da epilação. O número de aplicações varia de caso para caso.

Após o tratamento, os cuidados especiais praticamente inexistem, é necessário que a pessoa não se exponha ao sol por um período de quatro a sete dias. Com relação aos efeitos colaterais são geralmente pequenos e temporários. Pode haver vermelhidão ou um pequeno inchaço no local a ser tratado e estes sintomas desaparecem normalmente em um dia.

Ocasionalmente, acontecem mudanças na pigmentação da pele, mas somem em algumas semanas. Em raríssimos casos foram observados aparecimentos de bolhas ou hematomas.

O tratamento não é demorado, mas uma sessão para depilar as duas pernas inteiras chega a demorar 3 horas. Em áreas menores, como axilas, virilha e buço, a sessão dura cerca de 15 minutos. O número de sessões varia para cada situação.É preciso lembrar que nem todos os pêlos são eliminados ao receber um único raio de luz em virtude das várias fases de crescimento.

Procure um dermatologista – ele é o profissional indicado para esclarecer melhor o seu caso.

Copyright © 2006 Bibliomed, Inc.              Revisado 21 de Agosto de 2006.



Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: