Notícias de saúde

COVID-19 pode se espalhar através das fezes dos infectados

30 de junho de 2020 (Bibliomed). Mais de uma em cada dez pessoas com COVID-19 desenvolve diarreia, náusea ou vômito, e esses sintomas podem ser um fator importante na disseminação da doença. É o que mostra uma análise de dados de 29 estudos sobre o COVID-19, a doença causada pelo SARS-CoV-2, realizada pelo Swedish Medical Center, nos Estados Unidos.

Enquanto apenas 12% dos pacientes infectados com o novo coronavírus experimentam esses sintomas gastrointestinais, mais de 40% deles eliminam vírus através das fezes, dizem os pesquisadores.

Embora os principais sintomas do COVID-19 sejam tosse, febre e problemas respiratórios, a diarreia também tem sido comumente relatada em alguns pacientes desde os estágios iniciais da pandemia na China. Também está entre os sintomas listados no autoavaliador de coronavírus do Centro para Controle e Prevenção de Doenças dos EUA.

Para a análise, os pesquisadores revisaram dados de quase 1.500 estudos sobre COVID-19, concentrando-se nos resultados de 29 com dados sobre sintomas gastrointestinais. Os estudos incluídos registraram um total de 4.805 participantes.

No geral, 7,4% dos participantes dos 29 estudos relataram diarreia e 4,6% experimentaram náusea ou vômito. Oito desses estudos relataram testes fecais positivos para SARS-CoV-2, com derramamento viral - uma medida de contágio - detectado nas fezes em 40,5% dos pacientes inscritos.

A presença de SARS-CoV-2 em amostras de fezes pode ser uma indicação de que "medidas mais rigorosas de saúde pública" podem ser necessárias para conter o surto, incluindo mudanças no gerenciamento de águas residuais e esgotos e restrições ao uso de banheiros. Além disso, os pesquisadores indicam   que pacientes com sintomas de náusea e/ou vômito em conjunto com sintomas sistêmicos, como dores no corpo e febres, devem entrar em contato com seu médico para realização de mais exames.

Fonte: JAMA Network Open. DOI: 10.1001/jamanetworkopen.2020.11335.

Copyright © 2020 Bibliomed, Inc.

Copyright © 2020 Bibliomed, Inc.

Veja também

Faça o seu comentário
Comentários