Notícias de saúde

Câncer na infância pode diminuir tempo de vida

18 de fevereiro de 2020 (Bibliomed). Os avanços no tratamento do câncer na infância e na adolescência têm sido associados ao aumento das taxas de cura nas últimas três décadas; no entanto, a melhora na expectativa de vida adulta para esses indivíduos ainda não foi relatada.

Um novo estudo buscou responder se uma expectativa reduzida de vida observada dos sobreviventes adultos de câncer infantil seria prolongada ao longo do tempo, devido a melhorias no tratamento e cuidados.

Usando uma abordagem baseada em modelo de simulação, um recente estudo estimou que as crianças que receberam diagnóstico e foram tratadas para câncer na década de 1990 viverão mais tempo na idade adulta do que aquelas diagnosticadas na década de 1970. Apesar das melhorias, esses indivíduos permanecem em risco de uma vida útil reduzida devido a graves efeitos tóxicos relacionados ao tratamento.

O estudo concluiu que as abordagens de tratamento em evolução estão projetadas para estar associadas a uma expectativa de vida melhorada após o tratamento do câncer pediátrico, em particular entre os indivíduos que não receberam radioterapia durante o tratamento do câncer infantil.

Fonte: JAMA Oncology. DOI: 10.1001/jamaoncol.2019.5582.

Copyright © 2020 Bibliomed, Inc.

Veja também

Faça o seu comentário
Comentários