Publicidade

Notícias de saúde

Programa antitabagismo brasileiro é destaque na Europa

08 de fevereiro de 2012 (Bibliomed). O Programa Antitabagismo da Universidade Estadual Paulista (Unesp) foi destaque na última edição do Congresso Europeu de Pneumologia, realizado na Holanda, devido ao alto índice de sucesso alcançado.

O programa alia terapia de grupo, medicamentos e acompanhamento multidisciplinar, o que garantiu a 35% dos fumantes inscritos a possibilidade de largar o cigarro após 13 meses de tratamento. Geralmente, a média alcançada por programas desse gênero é de 27%, número que cai para 6% a 12% entre os que utilizam apenas medicamentos, e para 2% entre os que tentam sozinhos.

Segundo a professora Ercy Ramos, do Departamento de Fisioterapia da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Unesp, o sucesso do programa coordenado por ela, em parceria com a professora Dionei Ramos, é garantido pela fase inicial do tratamento, que é quando o paciente mais precisa de apoio, e é quando os profissionais atuam mais juntamente a eles.

Ercy explica que nos dois primeiros meses o fumante participa de dois encontros semanais, com duração de uma hora cada. "Nos outros programas, as sessões costumam ocorrer apenas uma vez por semana", diz. As reuniões funcionam como terapia em grupo, onde os pacientes podem falar sobre suas dificuldades com psicólogos e onde recebem orientações de como driblar a vontade de fumar.

"A dependência química pode ser resolvida com terapia de reposição nicotínica, mas o fator psicoemocional é muito difícil de vencer," diz Ercy. A partir do terceiro mês, os encontros passam a ocorrer a cada 15 dias e, a partir do quinto mês, tornam-se mensais.

O Programa Antitabagismo da Unesp existe desde 2002 e atende gratuitamente pessoas com mais de 18 anos. Mais informações pelos telefones (18) 3229-5821 e (18) 3229-5800.

Fonte: Diário da Saúde, 7 de fevereiro de 2012

Copyright © 2012 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: