Publicidade

Notícias de saúde

Campanha contra síndrome da morte súbita pode aumentar casos de crianças com deformidades na cabeça

22 de março de 2011 (Bibliomed). O número de crianças com um tipo específico de deformidade da cabeça, em que o crânio se achata devido à pressão repetida na mesma área, tem aumentado exponencialmente nos últimos 20 anos. Conhecida como plagiocephaly deformacionais, essa condição ainda não tem tratamento padrão, mas alguns especialistas defendem que não é necessário preocupação, pois a condição melhora por conta própria. Já outros recomendam, quando o caso é mais radical, o uso de capacetes.

Pesquisadores observaram que o aumento dos casos coincide com as campanhas realizadas por pediatras para combater a morte súbita em lactentes. Essas campanhas incentivam os pais colocarem as crianças em posição supina (de barriga para cima). Como as crianças ficam muito tempo em uma mesma posição, sua cabeça recebe forte pressão, o que pode causar deformidades.

“A campanha tem sido muito eficaz na redução da mortalidade de lactentes, mas teve o resultado imprevisto de criação do molde do crânio, o que não era visto com freqüência como antes das recomendações serem feitas", disse o Dr. John Persing, professor de cirurgia plástica na Yale School of Medicine.

Anualmente são diagnosticados entre 400mil e 800mil casos de plagiocephaly deformacionais nos Estados Unidos. Os especialistas estimam que a taxa de incidência possa ser reduzida drasticamente se os pais seguissem alguns passos simples, tais como a alternância de posição de dormir do bebê de uma noite para outra.

Fonte: Live Science, 18 de março de 2011

Copyright © 2011 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: