Publicidade

Notícias de saúde

Perda de peso pode reduzir ondas de calor na menopausa, diz pesquisa

13 de julho de 2010 (Bibliomed). Mulheres que estão acima do peso e que sofrem das incômodas ondas de calor durante a menopausa podem ter um alívio desse problema ao perderem alguns quilinhos a mais, segundo estudo publicado nesta semana na revista Archives of Internal Medicine. De acordo com especialistas da Universidade da Califórnia, duas em três americanas na menopausa apresentam esses sintomas, que são mais severos e mais frequentes entre as “mais pesadas”.

Avaliando 338 mulheres com sobrepeso ou obesidade - metade delas se queixava de ondas de calor -, os pesquisadores descobriram que aquelas que participaram de um programa de seis meses que as incentivava a se exercitarem mais e a terem dieta balanceada conseguiam ter um alívio significativo desses sintomas. Essas mulheres perderam, em média, 7,3 kg de peso e 5 cm de cintura, comparados a apenas 1,8 kg e 2 cm das mulheres que receberam apenas algumas aulas sobre perda de peso e saúde.

Os resultados indicaram que, quanto mais peso e medidas as mulheres perdiam, mais alívio elas tinham das ondas de calor. Quase metade das mulheres que tiveram acompanhamento intensivo para perda de peso apresentou melhora dos sintomas, com 12% relatando piora; enquanto, entre as outras, essas taxas foram de 40% e 25%, respectivamente.

Os especialistas ainda não sabem ao certo o que causa esses “fogachos”, mas provavelmente, isso está relacionado com as mudanças hormonais - particularmente, a queda nos níveis de estrógeno - ocorridas na menopausa, embora nem todas as mulheres sofram ondas de calor. Também não está claro por que as mulheres acima do peso sofrem mais com isso - podendo ser pelo “isolamento” da gordura, mas também pelas diferenças no estilo de vida entre as gordinhas e as magrinhas.

Baseados nos resultados, os pesquisadores sugerem que, independentemente das razões, a perda de peso pode representar uma alternativa mais saudável à reposição hormonal para reduzir esses sintomas. “Esperamos que este estudo possa ajudar a dar às mulheres alguma motivação se elas estiverem acima do peso. E os esforços que elas fizerem pela dieta e exercícios podem ter benefícios imediatos”, concluiu a pesquisadora Alison Huang.

Fonte: Archives of Internal Medicine. 12 de julho de 2010.

Copyright © 2010 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: