Publicidade

Notícias de saúde

Insatisfação com o corpo reduz prazer sexual

20 de Agosto de 2007 (Bibliomed). O relacionamento humano envolve diversos aspectos, desde as características físicas quanto os ideais e sentimentos. Quando há interesse entre indivíduos de sexos opostos geralmente existe harmonia, entre o que cada parceiro espera e deseja de seu par, e aquilo que é expresso na realidade.

A preocupação com a aparência física relaciona-se com redução da função e prazer sexuais, vivenciados principalmente pelas mulheres, conforme revelam pesquisadores norte americanos da Rutgers University, que publicaram um estudo na revista Archives of Sexual Behavior, em Julho de 2007. Participaram da pesquisa 320 pessoas de ambos os sexos, os quais foram avaliados quanto à influência que as características de seus corpos poderiam exercer sobre sua atividade sexual.

Os resultados apresentados demonstraram que tanto homens quanto mulheres possuem redução do prazer sexual, quando preocupados com sua aparência física. Por sua vez, a preocupação com o corpo é mais comum entre as mulheres. Esta condição conduz a menor habilidade durante o ato sexual, bem como a maior dificuldade em atingir o orgasmo.

Dessa forma, os autores concluem que a preocupação com a aparência física resulta em limitações importantes na vida sexual. Tal condição merece uma abordagem psicológica apropriada, a fim de melhorar a qualidade de vida dos indivíduos afetados.

Fonte: Arch Sex Behav. 2007 (Jul 27). PMID: 17657464.

Copyright © 2007 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: